28 Congresso
Amirt

Em greve, trabalhadores da educação sofrem represália na BR-381

Por: Agência Amirt 28/03/2018 13:56

Segundo o diretor do Sind-UTE/MG, Luiz Fernando de Souza,  maioria dos manifestantes são mulheres e idosos


igarape-005

(Foto: Reprodução/Sind-UTE-MG)

Em greve, trabalhadores da educação realizaram manifestações na BR 381 e sofreram represália durante os atos. De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE/MG), os manifestantes sofreram agressões por parte da Polícia Militar.

O diretor do sindicato e coordenador da Subsede em Betim, Luiz Fernando de Souza, alegou que os trabalhadores foram atacados pela polícia por tentarem explicar para a sociedade os motivos da greve. Ele destaca ainda que maioria dos manifestantes são mulheres e pessoas idosas.

igarape-009

Um dos manifestantes que sofreu agressão (Foto: Reprodução/Sind-UTE)

Os profissionais da educação estão em greve desde 8 de março e cobram do governo do pagamento do 13° de 2017, que foi parcelado pelo Estado. Além disso, eles exigem também o piso salarial da categoria, o fim do parcelamento dos vencimentos e a realização de concurso público para preenchimento de vagas.

G.R

Anexos para downloads:

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: