Estudos apontam que suplementos alimentares não prolongam a vida

E ainda se consumidas em excesso podem até encurtá-la.


Pesquisas apontam que pessoas que consomem vitaminas tendem a ter menos risco de morte em relação as que não consomem, porém os estudos relatam que isso se deve a uma dieta saudável e controlada.

Estudiosos ainda apontaram um índice mais saudável em pessoas que ingeriam quantidades balanceadas de vitamina K e Magnésio e menos tendência a problemas cardiovasculares nos que integram a alimentação, vitamina A, vitamina K e zinco.

Verduras como couve, repolho, rúcula e alface são ricos em vitamina K, já os grãos e as leguminosas são ricos em zinco, exemplos são lentilha, grão-de-bico e ervilha. E como fonte de vitamina A, temos os vegetais, frutas e ovos. Porém a questão da quantidade deve ser respeitada, uma vez que o consumo excessivo pode ser maléfico a saúde, um exemplo surpreendente, é a conclusão de que o consumo em altas quantidades de cálcio está ligado aos casos de morte por câncer.

A ideia é que o consumo desses suplementos, seja feito apenas, por uma falta do nutriente necessário e com prescrição médica. Os próprios pesquisadores relatam que o ideal seria obter os nutrientes através do consumo de alimentos e de uma dieta equilibrada , buscando dessa forma uma melhor qualidade de vida, através da forma mais saudável.

J.C

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: