Ministério Público investiga depósito de R$ 100 mil na conta do suspeito de matar Marielle

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou um depósito de R$ 100 mil feito na conta do policial militar reformando Ronnie Lessa sete meses após o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Ronnie Lessa e Élcio Queiroz — Foto: Reprodução/TV Globo
Ronnie Lessa e Élcio Queiroz — Foto: Reprodução/TV Globo

O relatório foi incluído pelo Ministério Público (MP) no pedido de bloqueio de bens apresentado junto com a denúncia contra Ronnie Lessa e contra o ex-policial militar Elcio de Queiroz pela execução do crime.

O MP, no entanto, não confirmou se há ligação entre o pagamento e o crime.

Saiba mais na reportagem.

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: