Pedro Cine Fotos
Amirt

Oito senadores querem desarquivar processo contra Aécio no Conselho de Ética

Por: Agência Amirt 27/06/2017 9:00

Oito senadores do Conselho de Ética do Senado devem apresentar nesta terça-feira (26) pedido para desarquivar o processo por quebra de decoro parlamentar contra Aécio Neves, do PSDB.

A representação contra Aécio foi arquivada pelo presidente do Conselho de Érica, João Alberto Souza, do PMDB. O parlamentar alegou “falta de provas” contra o tucano.

Entre os que querem desarquivar a representação está o vice-presidente do colegiado, o senador Pedro Chaves, do PSD. Para o parlamentar, o Senado tem que investigar o caso.

O processo contra Aécio foi apresentado pelos partidos Rede e PSOL depois da Operação da Lava Jato que prendeu a irmã e o primo do senador. Aécio foi denunciado no Supremo Tribunal Federal por receber suposta propina de R$ 2 milhões da empresa JBS e tentar obstruir a Lava Jato.

A defesa do senador nega as acusações e diz que se tratou de empréstimo sem contrapartidas. O ministro do STF, Edson Fachin, afastou Aécio do cargo e a Corte deve analisar o pedido de prisão do senador em agosto, após o recesso do Judiciário.

Para desarquivar o processo no Conselho de Ética, a maioria do colegiado, que atualmente está com 14 membros titulares, tem que votar a favor. Dos oito senadores que pedem o desarquivamento do processo contra Aécio Neves, cinco são titulares.

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: