Pedro Cine Fotos
Amirt

Polícia Federal investiga desvio de dinheiro na UFMG

Por: Agência Amirt 06/12/2017 16:38

pf                                                                 Foto: reprodução Youtube

A Polícia Federal informou em coletiva de imprensa que foram desviados  R$ 4 milhões do projeto de construção do Memorial da Anistia Política do Brasil, na UFMG, em Belo Horizonte. Foram expedidos oito mandados judiciais de condução coercitiva por conta do crime.

Além disso, 11 mandados de busca e apreensão já foram cumpridos pela corporação. Entre os conduzidos está o reitor, a vice-reitora da UFMG e o presidente da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep).

O inquérito teve início em março de 2017, por causa da reforma inacabada no museu, localizado no bairro Santo Antônio em BH.

Segundo a Polícia Federal foram gastos mais de R$ 19 mil na construção que ainda não teve fim. E a investigação comprova o desvio ocorrido por meio de pagamentos a fornecedores.

Outra afirmação é sobre os pagamentos de bolsas de estágios nos valores de R$ 1 a R$ 8 mil.

Os professores da UFMG prestaram depoimento na Polícia Federal, no bairro Gutierrez, nesta quarta-feira (06).

Enquanto isso, os professores da universidade e militantes do Sindicato dos Trabalhadores das Instituições de Ensino Federais, faziam protestos em frente à sede. A reclamação era contra a maneira que a operação da polícia aconteceu.

Anexos para downloads:

%d blogueiros gostam disto: