Pedro Cine Fotos
Patos de Minas e Região

Acusado de matar desafeto é condenado a 13 anos de prisão

Por: Clube AM 27/06/2017 22:08

Heli Caetano dos Santos Junior, acusado de matar o Robson Magheleti Nunes Carvalho, foi a julgamento na tarde desta terça-feira (27) no salão do Tribunal de Júri.  O crime ocorreu no dia 03 de outubro de 2014 em um bar na Avenida Prefeito Génesio Garcia Rosa, Bairro Coração Eucarístico.

Nos autos do Ministerio Público, a motivação foi a rivalidade existente entre eles em relação aos bairros que moravam. No dia do crime, a vítima estava no bar e foi surpreendida pelo autor que sacou uma arma e efetuou cinco disparos. Consta no autos que a vítima chegou a correr para fora do bar, sendo atingida também pelas costas onde veio a morrer.

No julgamento, o advogado de defesa, Dr. Gustavo Virgílio, constestou o motivo alegado pela promotoria. Ele pediu o decote das duas qualificadoras e chegou a pedir a condenação do acusado por homicídio simples.  Após algumas horas de julgamento, o acusado Heli Caetano dos Santos Junior foi condenado a 13 anos de prisão.

O juiz de direito, Vinicius de Ávila Leite, presideiu a sessão. O promotor foi Paulo Cesar Freitas, o advogado de acusação foi Tadeu Henrique Santos Osório e o advogado de defesa foi o Gustavo Virgílio.

Postado originalmente por: Clube AM

%d blogueiros gostam disto: