Anuncie
Vale do Aço

Casos de câncer de próstata em Ipatinga aumentam em 12,5%

Por: Diário do Aço 27/11/2017 17:32
Divulgação

Com o diagnóstico precoce, há mais chance de se obter um tratamento com sucesso, e a doença pode ser curada

O número de casos de câncer de próstata aumentou 12,5% em Ipatinga. Os dados foram levantados junto à Unidade de Oncologia do Hospital Márcio Cunha (HMC). O levantamento mostra que, em 2013, foram registrados 240 novos casos da doença no município. No ano passado foram 270, um aumento de 12,5% em três anos.

Oncologista, Luciano Viana apontou os motivos possíveis e explicou que esse aumento não ocorre apenas em Ipatinga, mas no mundo todo. “Na verdade, não é só no município, mas é uma realidade global. Com o envelhecimento da população, alimentação rica em gordura e refeições com carne vermelha, tudo isso tem contribuído para o aumento de algumas patologias e, dentre elas, o câncer de próstata”, ressalta.

Campanhas
O oncologista aponta como fundamentais as campanhas para a conscientização das pessoas, que precisam refletir sobre as ações de prevenção. Com o diagnóstico precoce, há mais chance de se obter um tratamento com sucesso, e a doença pode ser curada. Porém, outros hábitos também precisam ser mudados, alerta o médico. “As campanhas de conscientização contra o câncer de próstata para o homem ficaram até mais globais. É uma conscientização pela vida. O homem tem que cuidar de toda a saúde para que a prevenção da próstata faça sentido, porque não adianta ele cuidar da próstata, mas não cuidar da pressão, do coração e não parar de fumar. Então, isso tudo interfere nas chances de o cidadão ficar vivo nos próximos anos”, afirma.

Sintomas
Conforme o oncologista, os sintomas das doenças da próstata são muito simples de perceber. Como o órgão fica localizado próximo à saída da bexiga, os problemas são, geralmente, relacionados ao momento de ir ao banheiro. “O homem não tem a sensação de que a bexiga esvaziou após urinar e o jato do xixi fica mais fino e curto. Com isso, ele acaba precisando levantar mais vezes à noite para ir ao banheiro, e tem mais urgência para urinar na maioria das vezes. Então, esses são os sintomas mais comuns”, detalha.

Reprodução/ TV Cultura

O oncologista Luciano Viana enumerou os sintomas de câncer de próstata durante entrevista

De acordo com o oncologista, quando o câncer de próstata não é tratado, pode complicar a saúde do homem, que passa a ter outros tipos de sintomas. “Qualquer outro sintoma diferente que apareça, significa que ele possivelmente percebeu essas alterações no corpo, mas foi segurando e evitando ir ao médico, até que começa a ter dor na lombar, que às vezes encaminhada para as pernas ou, então, passa a ter sangue na urina, que já é um sintoma de uma doença um pouco mais avançada”, conta.

Exame
O oncologista também informou, durante entrevista, qual é o momento ideal para que o homem inicie os exames de rotina para detectar o câncer de próstata. “O exame é considerado adequado para os homens a partir dos 50 anos. Quando tem um pai ou irmão com a doença ou a pessoa é negra, é indicado a partir dos 45 anos de idade”, observa.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: