Anuncie
Vale do Aço

Dia de reparos dos estragos da chuva em Ipatinga

Por: Diário do Aço 30/11/2017 19:32
Divulgação

Deslizamento na rua Narciso, no bairro Esperança

Diversas intervenções foram realizadas ao longo do dia desta quinta-feira (30), em razão da chuva acima da média que caiu na cidade na noite de quarta-feira (29).

Somente na região do bairro Canaã, a precipitação pluviométrica foi de 119 milímetros, no bairro Limoeiro 83.8 mm, no bairro Bethânia 76mm e no bairro bom Jardim 37 milímetros. Com isso, diversas ruas foram inundadas, conforme divulgado pelo Diário do Aço.

A Secretaria de Obras informou, por meio de nota, providenciou a desobstrução das vias principais do bairro Limoeiro e Distrito do Barra Alegre para acesso às zonas rurais do Ipaneminha e Ipanemão. Também estão sendo construídas bocas de lobo na avenida Getúlio Vargas no bairro Caravelas para captação da água da chuva.

Foi feita ainda a desobstrução das ruas do Centro: Ituitaba, Nossa Senhora, Sabará e Araguari, avenida Londrina no bairro Veneza e rua Goiania no bairro Caravelas, informou o governo.

Danos
Por causa da chuva, parte do gabião da avenida Maanaim (em torno de 100 metros), construída pela gestão anterior, entre os anos de 2015 e 2016, não resistiu e cedeu. O reparo já está em andamento, conforme e administração municipal.

A Defesa Civil, órgão da Secretaria Municipal de Segurança e Segurança Cidadã, atendeu a cerca de 15 ocorrências com demandas variadas por causa das chuvas.

Enviada por leitor

Rua Carqueja foi parcialmente destruída por enxurrada

Foram registrados deslizamentos de terra nas ruas Baltimore e Filadélfia no bairro Vila Militar, rua Boston no bairro Bethânia, rua Narciso no bairro Esperança, ruas Amós e Hebreus no bairro Canaã e rua Mandi no bairro Granjas Vagalume. Todas sem vítimas.

Também foi registrado danos à pavimentação da rua Carqueja no bairro Chácaras Madalena.

Plantão

O Secretário da Sescon, Amador Francisco da Silva Neto volta a reiterar que a pasta está de plantão 24 horas para emergências e atende no telefone 3829-8475, com monitoramento constante das áreas de risco do município.

O ginásio poliesportivo Fernando Perpétuo Luciano, o “Fefezão”, e também do ginásio coberto Ely Amâncio, do Centro Cultural e Esportivo 7 de Outubro estão sendo preparados para servir de abrigo, caso seja necessário. Em caso de perigo, deve-se ainda acionar a Defesa Civil do município pelo número 199, Corpo de Bombeiros Militar (193) ou Polícia Militar (190).

 


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: