Encontro
Vale do Aço

Ditinho é eleito prefeito de Antônio Dias

Por: Diário do Aço 03/12/2017 18:32

O atual prefeito interino, Ditinho (PSDB), e o presidente da Câmara, Elcinho (PMDB), foram os vencedores da eleição suplementar

A chapa formada por Benedito de Assis Lima (PSDB), o Ditinho, que tem como vice Elcio de Almeida Ataíde (PMDB), pela Coligação “Trabalho e Família” (PSDB/ PMDB/ PR/ PHS/ PV)foi a vencedora da eleição suplementar em Antônio Dias, realizada neste domingo.

No resultado extraoficial da apuração, divulgada por apoiadores da campanha, o candidato aparece com 156 votos à frente da segunda colocada, Andréa Marques (PROS).

Antônio Dias, Benedito de Assis, o Ditinho (PSDB) era o prefeito interino de Antônio Dias, depois que em primeiro de janeiro o candidato mais votado na eleição de 2016, Lila foi impugnado pela Justiça Eleitora, pela falta do registro de candidatura.

Ditinho fez uma campanha em que enfatizava a sequencia dos trabalhos que deu início quando a posse de Lila foi indeferida pela Justiça e ele deixou a presidência da Câmara Municipal para assumir o comando da prefeitura.

“Vamos manter os serviços com melhorias nas estradas rurais, que são muitas. Na saúde, vamos continuar a atenção ao atendimento ao usuário. Focaremos em uma boa estrutura para o trabalho dos professores, além de manter a qualidade da merenda e do transporte escolar. Também vamos continuar com os calçamentos, academias ao ar livre, pontes, mata-burros e travessias. Além disso, pretendemos melhorar a valorização dos nossos funcionários”, afirma.

Já publicado pelo Diário do Aço
Eleição suplementar para prefeito agita Antônio Dias neste domingo

Conforme o Tribunal Regional Eleitora, a eleição transcorreu sem incidentes em Antônio Dias, com a votação aberta às 8h em ponto e encerrada às 17h.

Um morador de Antônio Dias resumiu em entrevista ao Diário do Aço como foi o dia na cidade. “Olha, até que enfrentei pouca fila para votar. Não vi confusão pela rua e nem poderia haver. A polícia baixou em peso aqui hoje, Polícia Civil, Polícia Militar. Tinha viatura por todos os lados, fora os policiais que vieram à paisana para coibir ações delituosas”.

Eleitores que não compareceram às urnas têm até 1º de fevereiro de 2018 para justificar.

Concorreram cinco chapas:

Amarildo José da Rocha, o Amarildo Pintor, vice Eder da Penha Vasconcelos, pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC);

Andréa Glaucia Pereira Marques (PROS), a Andrea do Lila, vice Tenório Rosa de Araújo (DEM), pela Coligação “A Voz do Povo” (PROS/DEM/PSD);

Benedito de Assis Lima (PSDB), o Ditinho, vice Elcio de Almeida Ataíde (PMDB), pela Coligação “Trabalho e Família” (PSDB/ PMDB/ PR/ PHS/ PV);

Cléber Destro Mata, o Clebinho, vice Jhonatas Evangelista Nunes, pelo Partido Demócrito Trabalhista (PDT);

Eliane Aparecida Dias da Silva Castro , a Eliane Dentista, vice Maria Auxiliadora de Castro Lourenço, pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Entenda o que houve em Antônio Dias em 2016

Willian Robson Marques Fraga foi o candidato mais votado em 2016, mas teve seu registro indeferido pelo juiz eleitoral porque ele teve as contas referentes ao exercício de prefeito de 2003 rejeitadas pela Câmara Municipal de Antônio Dias, em 21 de outubro de 2013, e também por ter sido condenado por improbidade administrativa pelo TJMG com suspensão dos direitos políticos por 5 anos.

O tribunal afastou a inelegibilidade referente ás contas rejeitadas, pois o candidato obteve decisão provisória suspendendo os efeitos do ato da Câmara Municipal. No entanto, restou mantida a causa de inelegibilidade de improbidade, prevista no art. 1º, I, alínea “l”, da Lei Complementar nº 64/1990 (Lei das Inelegibilidades), ausente qualquer decisão judicial afastando essa causa. O relator do processo é o juiz Carlos Roberto de Carvalho e a decisão foi acompanhada pelos demais julgadores. Willian Fraga recebeu 3.905 votos.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: