Anuncie
Vale do Aço

Fabriciano implanta SIM e libera 1º alvará sanitário

Por: Diário do Aço 11/07/2018 18:32
Divulgação

Concessão do primeiro alvará para o Matadouro do Dico foi comemorado pela administração municipal

A administração municipal de Coronel Fabriciano liberou, essa semana, o primeiro alvará sanitário pós implantação do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que vai regulamentar o abate de animais e o comércio de produtos de origem animal no município. O primeiro estabelecimento beneficiado foi o Matadouro do Dico, que tem capacidade de abate de 300 bovinos e mil suínos por mês.

O prefeito Marcos Vinícius (PSDB) e o Secretário de Governança de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Homero Quinete, entregaram o documento em mãos ao proprietário do matadouro, Geraldo Pontes dos Santos, conhecido como Dico e sua esposa, Vilma Ângela Andrade. “Foi um projeto que começamos no início do nosso mandato para resolver o problema dos pequenos produtores que, infelizmente. devido à lei federal e estadual viviam na clandestinidade. Agora estamos dando a eles a oportunidade de distribuir seus produtos”, disse. Ainda segundo o prefeito, cerca de 50 pequenos empreendedores estão aguardando alvará sanitário.

O empresário Geraldo Pontes comemorou o sonho realizado. “A expectativa agora é trabalhar legalizado. Em 60 dias já estaremos com a inspeção funcionando. Há muitos anos estamos sofrendo para legalizar”, disse. O empresário planeja investimentos para aumentar a produção.

O secretário, Homero Quinete, informou que a o serviço será expandido às feiras para que os pequenos produtores tomem conhecimento e procurem se regularizar. “Além do impulso na economia e na geração de emprego, nós temos outro lado que é o da segurança alimentar para a população de Fabriciano, que poderá adquirir alimentos inspecionados”, lembrou. O secretário acrescentou que o SIM já está em pleno funcionamento, graças à capacitação dos servidores e à aquisição de equipamentos próprios. Produtores que estão na clandestinidade estão sendo orientados a legalizar seus negócios para que não incorram em penalidades caso sejam autuados pela fiscalização.

O produtor que tiver interesse em se regularizar, deve procurar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura, que se localiza na galeria do antigo Fabriciano Mall, na rua Dr. Querubim, número 345.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br