Pedro Cine Fotos
Vale do Aço

Funcionário da Telemont morre ao encostar em fio de alta tensão

Por: Diário do Aço 26/03/2018 18:32
Arquivo pessoal/ divulgação

O acidente ocorreu na rua Taunay, no bairro Ideal

Vítima de um acidente de trabalho, Fanuel Marques de Oliveira, de 20 anos, funcionário da Telemont, morreu na manhã desta segunda-feira (26), na rua Taunay, no bairro Ideal, em Ipatinga. Ele fazia instalação de uma linha telefônica quando encostou em um fio de alta tensão. O trabalhador foi socorrido e chegou a ser levado para o Hospital Municipal Elaine Martins, no bairro Cidade Nobre, porém, não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

Os trabalhadores da Telemont, empresa que presta serviço para operadora Oi, se reuniram em frente ao Hospital Municipal para protestar contra a morte de Fanuel e as condições de trabalho impostas pela empresa.
Em entrevista ao Diário do Aço, o diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações (Sinttel), Joas Henrique Alves Ferreira, explicou que Fanuel foi executar um trabalho na rua Taunay, mas depois de um tempo, os vizinhos relataram que escutaram um barulho e quando chegaram ao local, Fanuel já estava no chão caído e gritava de dor. “Para ter acontecido isso, ele encostou em um fio de alta tensão durante o serviço. O motivo exato não sabemos, mas sabemos que foi causado por excesso de jornada de trabalho”, aponta.

Segundo o coordenador do Sinttel, Bruno Silva de Carvalho, o sindicato tem recebido muitas reclamações dos trabalhadores sobre as condições de serviço oferecidas pela Telemont. Muitos criticam a intensa carga de trabalho, não respeitando o sétimo dia de folga. “Isso tem atrapalhado em diversas coisas, como questão familiar e saúde mental, além de contribuir para possíveis fatalidades, como aconteceu nesta segunda-feira (26). Segundo relatos, Fanuel trabalhava há três fins de semana seguidos, o que prejudica a atenção e cuidado na hora do serviço”, lamenta.

Mediação

Bruno Silva ainda acrescenta que no dia 4 de abril, às 15h30, haverá uma reunião de mediação entre o Sinttel e os representantes do Telemont para discutir o descumprimento da Legislação Trabalhista.

Em um informativo do Sinttel, publicado na semana passada, a entidade já chamava a atenção sobre as condições de trabalho ao qual os empregados da Telemont estavam sujeitos. “O Sinttel relembra que a empresa deve destinar aos trabalhadores ao menos um fim de semana por mês, e orienta que, forçar alguém a trabalhar além da escala que foi firmada, ou mesmo, fazer horas extras, é coação, e coação pode resultar em dano moral, além de a empresa ter de pagar em dobro o dia em que o trabalhador atuar em sua folga”, afirma o boletim.

O Diário do Aço buscou uma resposta junto à Telemont, prestadora de serviços de telefonia para a Oi, mas não obteve nenhuma resposta. A empresa possui uma unidade de serviços em Ipatinga, mas a sede fica em Belo Horizonte, onde nenhuma das ligações telefônicas foi atendida na tarde desta segunda-feira.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br