Pedro Cine Fotos
Vale do Aço

'É hora de uma revolução de valores em Minas e no Brasil', afirma Dinis Pinheiro

Por: Diário do Aço 24/03/2018 11:32
Oscar Llorente

Luiz Carlos Miranda, Paulinho da Força, Dinis Pinheiro e Zé Silva em solenidade de filiação

O Solidariedade assumiu definitivamente o protagonismo no cenário político de Minas Gerais”. Com essa afirmação, o fundador e secretário geral do Solidariedade em Minas Gerais, Luiz Carlos Miranda, definiu o que considera a consolidação da legenda como a mais nova força política no Estado. Luiz Carlos se referia à solenidade que marcou a filiação do ex-deputado e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Dinis Pinheiro, na quinta-feira (22) em um salão de convenções em Contagem. Além do secretário, marcaram presença os presidentes nacional e estadual da legenda, deputado federal Paulinho da Força e Zé Silva, respectivamente.

Fundado há quatro anos em Minas, o Solidariedade reuniu nessa solenidade 1.600 pessoas, de todas as regiões do Estado, dos quais 286 prefeitos, 194 vice-prefeitos, 450 vereadores, o ex-governador Alberto Pinto Coelho, 15 deputados e dezenas de líderes partidários de partidos como o DEM, MDB, PPS, PSD, PSDB e PTB. Ao todo, segundo os organizadores, estiveram representados 374 municípios na solenidade de filiação de Dinis Pinheiro. Além do ex-presidente da ALMG, o prefeito de Braúnas, Jovani Duarte Menezes, o advogado Mauro Bonfim e outras lideranças do estado também passaram para os quadros do Solidariedade.

Principal articulador da filiação de Dinis, Luiz Carlos Miranda lembrou que a sua convivência com o político se deu no tempo em que assumiu uma cadeira de deputado estadual. “Admiro o Dinis pela sensibilidade e respeito com que (ele) trata as pessoas. Mas principalmente pela coragem e desprendimento em propor e fazer mudanças, a bem do exercício da cidadania, probidade e transparência”, destacou o secretário geral.

Dinis, que é pré-candidato ao governo de Minas Gerais, disse ter se surpreendido “com a receptividade e o calor humano” que marcou a sua chegada à legenda. “Foi uma bela surpresa. O Solidariedade mostrou a sua verdadeira dimensão e a sua força. Estou aqui para servir e quem vai ter o protagonismo (no processo eleitoral) é o Solidariedade. É hora de uma revolução de valores em Minas e no Brasil”, destacou Dinis.

Já o presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força, foi claro sobre o papel do novo filiado. “O partido vai conduzir as negociações. Viemos não só para filiar, mas para reafirmar que o Dinis é candidato (ao governo de Minas). É possível criar uma terceira via e o Dinis pode unir a oposição ao governo (de Fernando Pimentel) e ao PSDB. Para a direção do Solidariedade, em Minas e no Brasil, ele é o nosso candidato a governador”, reforçou.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br