Pedro Cine Fotos
Vale do Aço

Moradores sofrem com estradas danificadas em Revés do Belém

Por: Diário do Aço 28/03/2018 18:32
Enviada por leitor

Estrada que liga distrito a MG-425 está entre as mais prejudicadas

Moradores do distrito de Revés do Belém, em Bom Jesus do Galho encaminharam reclamação ao Diário do Aço sobre as péssimas condições das estradas rurais do município, especialmente após os recentes dias de chuva. Segundo os moradores, a estrada que liga à rodovia MG-425 e dá acesso ao clube Lagoa Bonita e aos chacreamentos Recanto Verde e Lagoa da Garça ficou com acesso dificultado, com enormes poças de agua e lama.

Proprietário de um sítio na região, Robison Batista Peixoto, afirma que a situação se arrasta já há um bom tempo. “Tem mais de um ano que a estrada não passa por manutenção. Só é possível transitar porque os donos de chácaras estão se juntando e pagam o serviço de aplicação de escória siderúrgico e horas de máquinas do próprio bolso”, afirma.

Mesmo com as medidas paliativas, Robison afirma que o acumulo de água nas vias tem sido recorrente e acarreta em prejuízos aos moradores. “Um dia desses, o meu carro parou dentro da poça que formou. Eu alugo o sítio nos fins de semana, mas justamente pela condição da estrada, eu perdi três clientes recentemente”, pontua Robison.

Resposta

Em resposta ao Diário do Aço, a Prefeitura de Bom Jesus do Galho afirmou ter conhecimento do problema e que todo o maquinário está em serviço. “Temos as máquinas necessárias para a recuperação das estradas e estamos atendendo as urgências dentro do possível. Porém, com a chuva, a demanda aumentou demais. Esta estrada que tem ligação com a MG-425 deve ser recuperada em breve, não posso precisar o dia exato”, informa o assessor de gabinete Jadir Macedo Moreira.

O assessor acrescentou que caso tenha a escória siderúrgica, o material será utilizado para a melhoria da via. “Em reunião no ano de 2017, ficou determinado que a Associação Comunitária de Revés do Belém ficaria responsável por adquirir a escória e a prefeitura executaria o serviço. Ainda mantemos esta definição. A Administração Municipal também está aberta para receber os moradores e proprietários de sítios da região para reunirmos e encontrarmos uma solução mais rápida para sanar o problema”, concluiu o assessor.

MAIS FOTOS
Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br