Anuncie
Vale do Aço

Pioneiro do empreendedorismo em Fabriciano é sepultado no MT

Por: Diário do Aço 03/04/2018 18:32
Divulgação

Sávio Pereira Martins é fundador da loja Pereira Martins Autopeças e do posto de abastecimento Pereira Martins

Foi sepultado na manhã desta terça-feira (3), o empresário Sávio Pereira Martins, que tinha 94 anos. Ele faleceu na segunda-feira (2), devido uma infecção generalizada. Sávio Pereira Martins morava no município de Várzea Grande, em Mato Grosso, onde foi sepultado. O empresário era viúvo e deixou três filhos.

Ele é fundador da loja Pereira Martins Autopeças e do posto de abastecimento Pereira Martins, que pertence atualmente à rede Veraneio, ambos localizados em Coronel Fabriciano.

Além disso, Sávio também fundou o grupo Pemaza, que oferece produtos e serviços automotivos em vários estados do país. De acordo com o site da Pemaza, a empresa começou com o empreendedorismo do então agricultor Sávio Pereira Martins, que em 1948 comprou um caminhão para transportar mercadorias entre Belo Horizonte e Coronel Fabriciano.

“Naquela época, as estradas eram totalmente precárias. Ele levava de sete a trinta dias, dependendo das condições climáticas, para percorrer cerca de 200 quilômetros, que separam os municípios. Essa luta diária, aliada a falta que ele sentia da família, o fez mudar de ramo e abrir seu próprio negócio”, informa o sítio eletrônico.

Em 1960, ele conseguiu montar sua primeira loja de autopeças em Coronel Fabriciano. Já na década de 1970, em viagem pelo Brasil, ele percebeu que o futuro do país seria crescer rumo ao Centro-Oeste e Norte, desse modo, surgiram várias lojas pelo país.

“E assim, em 1977 ele abriu a primeira loja da Pemaza na região Norte. A empresa cresceu, e em 1995 houve uma reestruturação societária com a entrada do seu filho, Sávio Carneiro Martins, que assumiu o controle acionário e a administração de quatro lojas em Manaus (AM). Atualmente, o grupo conta mais de quarenta lojas divididas nos estados do Amazonas, Amapá, Mato Grosso, Pará e Roraima”, conclui.



Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br