Pedro Cine Fotos
Vale do Aço

Reformado, Restaurante Popular volta a ser saqueado

Por: Diário do Aço 11/09/2017 20:32

Fernando Lopes

Wôlmer Ezequiel

Restaurante foi reformado e liberado pelos bombeiros em 2016

Na manhã desta segunda-feira (11), o prédio do Restaurante Popular foi arrombado e diversos materiais furtados. O restaurante, localizado na avenida Zita Soares de Oliveira, Novo Centro, foi desativado no ano de 2012. Em 2015, passou por reformas, com novos investimentos da administração municipal anterior. Enquanto não é definida a verba orçamentária para sua reabertura, o equipamento público começa a ser degradado com a ação de criminosos.

O comandante da 82ª Companhia da Polícia Militar, tenente PM Lindon Jhonson, responsável pelo policiamento na região central da cidade, informou ao Diário do Aço que uma equipe do serviço velado está em diligências para identificar os autores e tomarem as medidas cabíveis.

“Nesta área temos uma movimentação de usuários de drogas e pessoas em situação de rua que, eventualmente, se envolvem em crimes contra o patrimônio. Temos uma linha de investigação e já iniciamos o trabalho para esta identificação”, ressalta o oficial.

O comandante afirma contar com o apoio da população para a prisão dos autores. “Foram furtados vasos sanitários, torneiras e extintores. Se observar alguém vendendo estes materiais, entre em contato com a Polícia Militar pelo 181, para que possamos averiguar a situação”, pontua Lindon Jhonson.

Reforma

Inaugurado em 2007, com verbas do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome, o restaurante foi fechado em 2012 por falta de condições básicas de funcionamento e segurança dos usuários. Com o corte orçamentário do Governo Federal, o restaurante ficou sem manutenção e foi interditado pelo Corpo de Bombeiros.

Em 2015, foi iniciada uma reforma para as adequações exigidas pelos bombeiros. A empresa vencedora da licitação foi a Delta Engenharia e o custo aproximado da obra foi de R$ 515 mil. À época, o governo informou que, apesar de básica, a reforma habilitou o restaurante para o pleno funcionamento. Mas o governo chegou ao fim e o equipamento não foi colocado em operação. A nova administração também não reabriu o restaurante popular o que, inclusive, foi prometido em campanha eleitoral.

No dia 24 de junho de 2016, foi expedido o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) para que o restaurante, que possui capacidade para 455 usuários, pudesse retomar às atividades.

Resposta

Procurada pela reportagem do Diário do Aço, a Prefeitura de Ipatinga informou, por meio de nota, que não possui previsão para a reabertura do Restaurante Popular.

Conforme a nota, na Lei Orçamentária aprovada para este ano, pela gestão passada, inexiste uma previsão de receita suficiente para o restabelecimento e manutenção do Restaurante Popular em 2017.

Wellington Fred

Criminosos entraram por uma janela para praticar o delito

“Dentro dessa conjuntura, tornou-se inviável estabelecer uma previsão para início do funcionamento do Restaurante Popular, não obstante ser esse o interesse e uma meta da administração para o mandato em andamento.

A Administração vem buscando recursos financeiros para auxiliar nestas ações, através de emendas parlamentares, e junto ao Governo Federal, no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário”, acrescenta a nota.

Outros crimes

Desde o fechamento do restaurante no governo Robson Gomes, em 2012, o prédio foi atacado por diversas vezes por vândalos e ladrões. Um usuário de drogas furtou, em uma única vez, 40 bandejas. Em outra ocasião, outras 86 bandejas foram levadas. Além disso, uma cafeteira industrial de alto valor também foi levada pelos ladrões, assim como vários outros equipamentos. Todas as peças estavam em bom estado de conservação, conforme o Diário do Aço denunciou à época. Na reforma de 2015, a maioria dos equipamentos teve que ser novamente adquirida e agora está sendo furtada novamente.


Polícia investiga furto no Restaurante Popular



Postado originalmente por: Diário do Aço

Veja também
%d blogueiros gostam disto: