Pedro Cine Fotos
Juiz de Fora e Região

Alunos recebem chaves da Moradia Estudantil da UFJF

Por: Diário Regional 27/06/2017 22:37

Setenta alunos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) participaram de um evento no anfiteatro da Pró-Reitoria de Assistência Estudantil (Proae), na tarde desta terça-feira, 27, onde foi possível saber quais quartos eles irão ocupar na Moradia Estudantil da entidade, localizada no bairro São Pedro, Cidade Alta. Eles foram avaliados pelo Proae e selecionados devido ao perfil socioeconômico.

Segundo o pró-reitor de Assistência Estudantil, Marcos Freitas, foi necessário organizar uma comissão junto aos estudantes para discutir a utilização do local e um repasse no valor de R$300 mil, que foi aprovado pelo Conselho Superior (Consu) da UFJF, para finalizar algumas pendências estruturais que existiam. “Quando chegamos, há cerca de um ano e três meses atrás, nos deparamos com o prédio pronto, entretanto, ele estava fechado. Além do mais, percebemos algumas pendências estruturais, como a criação de uma lavanderia, reformas internas e, paralelo a isso, tivemos que comprar uma série de materiais de utilidade doméstica, para tornar a moradia habitável”, explicou.

O complexo oferece 113 vagas, com quatro quartos individuais e o restante são quartos duplos. Eles estão equipados com camas, armários individuais e mesas. Fazem parte da estrutura à cozinha, com todos os móveis, banheiros e uma área de convivência entre os estudantes, que está sendo estruturada. Contudo, nem todas as vagas foram ocupadas neste primeiro momento, em função de alguns fatores. “Foram dois elementos que pesaram na decisão. Primeiro, se ocupássemos todos os quartos, outros alunos, que ainda vão chegar à Universidade, e que também podem necessitar de usufruir do espaço, não poderão participar. Segundo, ocupando a residência de forma gradativa, possibilita que as instâncias responsáveis pelo local, se organizem de uma forma mais tranquila”, afirmou. “Nossa intenção é disponibilizar as vagas ociosas no próximo edital, que acontece no primeiro semestre de 2018. Com isso, contemplaremos os estudantes que entrarão agora, no meio do ano, e os que chegarão no ano que vem”, completou Freitas.

OCUPAÇÃO

Já nesta quarta-feira, 28, os alunos poderão se mudar para a habitação. Na casa, eles precisam seguir o regulamento geral da habitação, que estipula os direitos e deveres. O não cumprimento delas resulta em advertência por escrito e, se houver reincidência ou desobediência a artigos específicos, na perda da vaga.

A cada semestre será solicitado ao estudante uma nova documentação, para comprovar a situação socioeconômica. Eles podem permanecer na Moradia até o fim da primeira graduação, ultrapassando, no máximo, dois períodos do prazo previsto para conclusão do curso. “Caso ele se encontre na mesma situação socioeconômica, ele permanece na localidade. Não atendendo aos requisitos da análise, ele sairá da residência e novas vagas serão abertas”, finalizou o pró-reitor.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

%d blogueiros gostam disto: