Pedro Cine Fotos
Juiz de Fora e Região

Consumo de peixe durante a Semana Santa aquece o comércio

Por: Diário Regional 27/03/2018 9:37

A Quaresma é o período em que o brasileiro mais consome peixe. No intervalo de 40 dias que antecede a Páscoa, é comum que os cristãos, mantendo a tradição, abdiquem da carne vermelha. É um alerta para os supermercados e peixarias quem aumentam os estoques para atender a demanda, que se eleva ainda mais com a chegada da Semana Santa. Sardinha, cavalinha e tira-vira estão entre os pescados mais vendidos em Juiz de Fora.

Em uma peixaria no Centro da cidade, o quilo da sardinha pode ser encontrado entre R$10 e R$12. Na mesma faixa de preço é possível comprar um quilo de cavalinha, enquanto que o tira-vira varia de R$15,00 a R$18,00. Peixes mais nobres como o linguado, pescada, cherne, robalo, também são opções, porém, um pouco mais cara. Apesar de o resultado das vendas de Páscoa ainda ser uma incógnita, para o proprietário do estabelecimento Aurélio Bellini, as coisas devem ser melhores que o ano passado. “Na medida em que a Semana Santa vai se estendendo, movimento vai aumentando gradativamente e quando chega a quinta-feira, podemos dizer que é o ápice ou o dia que vendemos a maior quantidade do ano”, afirma.

A expectativa de Bellini é vender entre 15 e 20 toneladas de peixe neste ano, mas, para atingir a meta, o vendedor precisou adotar estratégias. “Decidimos fazer contato todos os dias com os fornecedores para saber as condições do mercado e estabelecer um controle do que será vendido. Também, disponibilizamos dois caminhões para buscar as mercadorias. Com isso, temos certeza que não vai faltar peixes ou que vai sobrar. Vamos suprir toda a demanda”, diz.

Abrir mão da carne vermelha na hora das refeições também pode significar grandes benefícios ao corpo. “Os peixes são ricos em Ômega 3, que é importante para reduzir as taxas de colesterol ruim, evitar doenças cardiovasculares e a depressão, pois é um nutriente que estimula o desenvolvimento de hormônios que melhoram o humor, a ansiedade, a falta de energia e a imunidade. Também atua na memória”, explica a nutricionista Barbara Valle. “Além disso, o peixe é uma carne magra, ótima para ser inserida em dietas com objetivo de perder peso”, acrescenta.

Segundo ela, alguns cuidados precisam ser tomados na hora de comprar o peixe. “Sempre procurar os peixes mais frescos, melhores condicionados. A cor precisa ser mais viva, brilhosa, guelras vermelhas, carne firme, sempre ficar atento e comprar em lugar confiável”, reforça Barbara, também recomendando a ingestão do alimento até três vezes na semana. “Pois, hoje em dia, a maiorias dos peixes está contaminado com metais pesados, como mercúrio, então, não é muito bom comer todos os dias. De duas a três vezes na semana já é o suficiente”, afirma.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

%d blogueiros gostam disto: