Anuncie
Juiz de Fora e Região

Gastronomia é destaque na série de reportagens do Prêmio Josino Aragão

Por: Diário Regional 07/11/2017 6:37

Nessa edição da nossa série de reportagens, que visa destacar empresas e pessoas que ajudam a desenvolver o município de Juiz de Fora, assim como o prêmio Josino Aragão, empresários parceiros do evento analisam o cenário gastronômico da cidade.

Para Nelson Tenchini, no quesito gastronomia o município está bem avançado. “Temos cursos superior e técnico na área. Temos muitos restaurantes bons e várias opções para visitar”, ressaltou.

Em 2015, Nelson criou uma página no Facebook chamada “Cozinhando com Tenchini”, que tem como intuito divulgar a gastronomia nas redes sociais. “Cada semana tem um prato diferente. Eu anuncio antes quais são os ingredientes que serão usados e faço um vídeo ao vivo, durante o qual vou cozinhando e as pessoas vão acompanhando e tirando suas dúvidas”, explicou.

Além das aulas ao vivo no Facebook, Tenchini ministra cursos gastronômicos específicos, como a fabricação de queijo e iogurte caseiro, e cursos básicos. “Tudo disponível para a pessoa se sentir a vontade para se iniciar no mundo gastronômico”, frisou.

O hobby amador conquistou o público e vem se profissionalizando. No final de julho, o empreendedor lançou o site tenchini.com, onde disponibiliza as vídeoaulas anteriores.

Tenchini ressaltou, ainda, que Juiz de Fora se destaca no ramo por também formar mão de obra. Nesse cenário, uma opção para quem quer seguir na profissão é o curso de Gastronomia oferecido pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora (CES/JF). “Nosso curso tem duração de dois anos. Temos disciplinas práticas, como Técnicas Fundamentais de Cozinha, Confeitaria e Panificação e Cozinha Contemporânea, e matérias mais teóricas, como Marketing Aplicado a Gastronomia e Empreendedorismo”, esclareceu a coordenadora do curso e professora, Haline Maia.

Com uma grade curricular ampla, o curso forma estudantes com uma visão global da profissão. “As pessoas pensam que o curso superior de gastronomia é apenas cozinhar, mas na verdade formamos um cozinheiro com uma visão mais holística e, com a experiência, ele se torna um chef de cozinha”, disse.

Para a docente, o mercado gastronômico da cidade está em crescimento. “Nós vemos que há casas que estão no ramo há anos e empreendimentos novos surgindo. Portanto, quando se apresenta uma novidade, mostra um mercado em crescimento”, refletiu.

 

TRADIÇÃO

Há nove anos atuando com a gastronomia italiana, Aloísio Antônio da Silva, proprietário da Tio Luigi Pizzaria, ressalta o que é importante para se manter no mercado. “A gente trabalha com três pontos cruciais: qualidade, atendimento e rapidez. Inovando sem perder o foco no estilo italiano”, revelou.

Além de oferecer mais de 70 sabores, salgados e doces, a pizzaria incluiu porções em seu cardápio. “É um ambiente familiar. As pessoas saem da missa e do culto e vão pra lá. Comemoram aniversário com a gente”, disse o empreendedor. “Eu já perdi o meu nome, pois muitos clientes e moradores do bairro me chamam de Tio Luigi”, brincou Aloísio.

Para ele, o mercado na cidade estaria melhor se a população valorizasse mais os empreendimentos. “O cenário é muito rico e amplo. Juiz de Fora reúne muita coisa de qualidade, desde um cachorro quente a um prato francês. A população não valoriza isso e quem vem de fora nota e fica satisfeito”, ponderou.

 

PRÊMIO JOSINO ARAGÃO

Estes empreendimentos são apoiadores do Prêmio Josino Aragão, que em 2017 realiza a sua segunda edição. A premiação leva o nome do fundador do Sircom, Josino Aragão, falecido em 2007, e acontece no dia 10 de novembro, às 20h, no MHall, na Avenida Brasil, nº 6.955.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: