Anuncie
Juiz de Fora e Região

Mais de 80 armas em situação irregular foram apreendidas pela Polícia Militar em 2017

Por: Diário Regional 07/03/2018 8:37

Um levantamento divulgado pela Polícia Militar (PM) à reportagem do Diário Regional aponta que 88 armas de fogo em situação irregular foram retiradas de circulação em 2017. Do total, 59 armas eram de uso permitido, ou seja, aquelas que podem ser utilizadas pelos cidadãos em geral, para a sua defesa domiciliar, como revolveres calibre 38, mas foram apreendidas porque os donos as possuíam de maneira irregular. Outras 29 eram de uso restrito, armas que só podem ser utilizadas pelas Forças Armadas, instituições de segurança, e por pessoas físicas e jurídicas habilitadas. Os números são semelhantes ao registrado em 2016, em que a PM também recolheu 59 armas de fogo de uso permitido e 28 de uso restrito.

Na avaliação do assessor de comunicação organizacional da 4ª Região da PM, major Jovanio Campos, o resultado está relacionado ao policiamento repressivo qualificado. “Isso mostra a intensificação do policiamento durante as abordagens. Nos locais suspeitos já conhecidos pela PM, conseguimos, durante as diligências, encontrar produtos ilegais. Não quer dizer que os armamentos capturados estão relacionados ao cometimento de algum delito. É uma ação preventiva, em que a polícia conseguiu evitar que alguma ação criminosa acontecesse por meio das armas”, afirma.

Campos alerta sobre a importância de retirar essas armas de circulação. “Armas ilegais na mão de pessoas não habilitadas para manuseá-las colocam em risco não só a pessoa que está portando, mas as que estão próximas. Dentro das residências, a falta de cuidados específicos expõe crianças e familiares. Nas ruas, colocam em risco a integridade da população. Mesmo que a pessoa acredite que a arma significa sua proteção, pode colocar em risco a própria vida, já que existem fundamentos e princípios para que a pessoa saiba utilizar uma arma com segurança”, reforça.

Ele ressalta que a população também pode ajudar. “Caso observe alguém com arma, ligue imediatamente para o 190 ou no disque-denúncia 181. Lembrando que quanto mais detalhadas forem as informações, maiores são as chances de a polícia identificar o autor. Além do mais, em ambos os telefones o anonimato será garantido”, diz.

 

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: