Anuncie
Juiz de Fora e Região

Projeto de Lei propõe agentes de segurança por 24 horas nas agências bancárias

Por: Diário Regional 08/12/2017 21:37

As agências bancárias são, em muitos casos, pontos que chamam a atenção e atraem pessoas mal intencionadas e com objetivo de praticarem crimes, como por exemplo, assaltos e estelionatos.

Pensando nessa realidade, o vereador Sargento Mello (PTB) elaborou um Projeto de Lei (PL) que propõe uma adequação do serviço de segurança e vigilância em instituições bancárias. Basicamente, a proposta é estabelecer a presença de pelo menos um segurança nos bancos, por 24 horas, durante os dias úteis, finais de semana e feriados. Além disso, outro objetivo é ampliar a instalação de equipamentos de vigilância e segurança. O projeto foi aprovado semana passada, em sessão da Câmara Municipal.

De acordo com o vereador, com agências bancárias mais vazias durante finais de semanas e feriados, as pessoas sentem medo de realizar operações, como, por exemplo, saques e depósitos. Já os criminosos sentem-se mais à vontade para cometerem atos ilícitos.

Mello também explica que, em períodos noturnos, muitas quadrilhas podem instalar dispositivos de ‘chupa cabras’ e, assim, colher informações bancárias dos clientes, gerando transtornos futuros aos mesmos. Ele destaca que essa fragilidade do sistema de segurança dos estabelecimentos pode pôr em risco a vida dos funcionários, clientes e transeuntes das proximidades à risco de morte, traumas e sequelas que poderão refletir futuramente sobre a saúde física e mental de quem se torna vítima de tais violências.

“É necessário que seja feita uma política de normas e rotinas de segurança que valorize a vida acima de tudo e que preconize a execução dos demais serviços de maneira segura e responsável, respeitando e preservando a integridade física das pessoas, além da continuidade operacional e o patrimônio”, acrescenta o vereador.

O projeto de lei foi pensado juntamente com diversos profissionais da área de segurança e já é lei em diversas cidades do país.

Vale reforçar que a ideia do mesmo é ampliar a segurança nos bancos, mas sem expor os profissionais que atuam nesses locais a algum tipo de risco. Com a ampliação dos equipamentos de segurança, os agentes também estariam mais seguros para agirem e buscarem apoio de outros órgãos, como a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Guarda Municipal.

A matéria ainda precisa de mais uma aprovação da Câmara Municipal, para que, em sequência, seja aprovada pelo Executivo.

Postado originalmente por: Diario Regional – Juiz de Fora

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: