Médica paulista é presa após matar marido há 22 anos em Boa Esperança

Nessa segunda-feira (6), uma médica pediatra foi presa suspeita do assassinato do próprio marido em Boa Esperança, na região Sul de Minas Gerais.

No entanto, o crime aconteceu há 22 anos, em Porto Ferreira, localizado no interior de São Paulo, porém o mandado de prisão só foi expedido em 2014 e cumprido nesta semana.

Segundo as informações da Polícia Civil, a suspeita é acusada de ter encomendado o crime ao amante dela.

O homem que também era médico, foi morto com tiros por um outro homem. A Polícia Civil afirmou que o suspeito tem possibilidade de ser o amante da mulher.

Além disso, antes de morrer a vítima conseguiu escrever um bilhete indicando o criminoso.

A médica foi julgada em segunda instância e condenada pelo homicídio. A suspeita recebeu pena de 16 anos e 4 meses em regime fechado. Já o homem apontado como amante foi preso 9 anos após a morte da vítima, porém cumpriu apenas dois anos.

Porém, após o cumprimento do mandado, a médica foi encaminhada para o presídio de Varginha, porém deve ser levada para um outro presídio no interior de São Paulo. Mas, ainda será definido.

(com supervisão de Patrícia Marques) 

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: