Pedro Cine Fotos
Araguari e Região

Secretário de Agricultura ressalta importância da regularização das feiras livres no município

Por: Gazeta do Triângulo 12/08/2017 13:43
.

.

 

 

A feira livre acontece de terça-feira a domingo em Araguari, onde atualmente estão cadastrados cerca de 150 feirantes. No município, um grande número de pessoas procura as feiras para realizar suas compras. Assim, o espaço representa não só uma tradição, mas também oferece vários produtos e alimentos que, muitas vezes, não são encontrados nos mercados da cidade.

O comércio é bem visto pela maior parte da comunidade, diante disso, a administração municipal através da secretaria de Agricultura, vem promovendo a regularização do serviço, que também garante o sustento para os pequenos produtores rurais.

De acordo com o secretário Jaime Sebastião Bataglini, a situação dos cadastros de todos os feirantes passa por verificação, uma vez que pouco mais de 90 estão de fato prestando o serviço. “Estamos obtendo informações sobre os trabalhadores que realmente estão trabalhando nas feiras, assim, aqueles que tenham desistido da atividade serão retirados do cadastro. Vamos dar prioridade às pessoas que tenham interesse no serviço,” afirmou.

Ainda segundo ressaltou, em Araguari há um grande número de comerciantes em situação irregular, ou seja, que não presta contas de suas atividades ao município e está inadimplente com a taxa anual. “Além da continuidade das Feiras Livres, a regularização atende ainda há um anseio antigo da comunidade quanto à organização do serviço, bem como uma estrutura adequada, além da segurança nas áreas de venda,” ponderou o secretário.

Para garantir a segurança e o cumprimento do horário estabelecido para acontecer as Feiras, Jaime Bataglini ressaltou que os fiscais estão sempre presentes em todos estes pontos. A feira livre foi inaugurada em 1978 e se tornou tradição no município. Atualmente, aos domingos, mais de 70 barracas compõem a feira. Os produtores interessados em participar da feira livre devem realizar um cadastro na secretaria de Agricultura. O cadastramento é gratuito e o comerciante deve pagar uma taxa anual, inferior a R$ 100, para manter o seu ponto na feira.

A iniciativa está entre as ações que serão realizadas, visando a regularização da atividade no município

Postado originalmente por: Gazeta do Triângulo

%d blogueiros gostam disto: