Anuncie
Divinópolis e Região

Polícia Civil prende suspeito de cometer roubos e praticar tráfico de drogas na capital

Por: Portal MPA 30/08/2017 15:00

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu Maximiliano Vicente da Cruz, 30 anos, no bairro Lindéia, em Belo Horizonte, na segunda-feira (28). Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência. No local foram apreendidos seis quilos de maconha.

De acordo com o delegado Jonas Pavan, as investigações tiveram início há cinco meses. “Por determinação da chefia do 1º Departamento de Polícia Civil, estamos realizando diversas ações para a repressão contra os crimes patrimoniais. Segundo apurado, Maximiliano é suspeito de praticar diversos roubos, não apenas na região do Barreiro, mas também em toda capital”, revelou.

Ainda segundo as investigações, até o momento seis vitimas foram identificadas, e o suspeito se utilizava do dinheiro obtido com os produtos roubados para realizar o comércio de entorpecentes. “Conforme as investigações, o suspeito se utilizava dos crimes contra o patrimônio para capitalizar dinheiro para investir na compra e venda de substâncias entorpecentes, realizando o tráfico de drogas”, ressaltou Jonas.

Além da droga encontrada, no local foram apreendidos pinos para embalar cocaína, cartões de crédito, CRLV de várias titularidades, uma moto e um carro. 

Suspeito de estupro é preso

Ainda durante a coletiva de imprensa, o Delegado Regional do Barreiro, Rômulo Guimarães, revelou que na segunda-feira (28) Policiais Civis conseguiram também cumprir o mandado de prisão preventiva de Eduardo Santana Gomes, 43 anos, na segunda-feira (28). Ele é suspeito de cometer o crime de estupro de vulnerável. “Na segunda-feira, realizamos operações para cumprir mandados de crimes contra o patrimônio e, aproveitando da mobilização dos policiais, fizemos uma diligência relativa a um crime de estupro, que ocorreu em agosto do ano passado na região do bairro Cardoso, e conseguimos prender o suspeito”, contou.

De acordo com as investigações, o suspeito teria abusado sexualmente de uma adolescente de 12 anos, em sua própria residência, em agosto de 2016. Eduardo, utilizando-se do fato de ser amigo da família, esteve na casa da vítima, onde consumou o crime após silenciar a criança. A vítima foi ameaçada de morte, pelo suspeito, para que não contasse a ninguém.

Postado originalmente por: Portal MPA

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: