Ex-policial Bola, que matou Eliza Samúdio, vai a júri popular por outro homicídio

O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, conhecido como “Bola”, será julgado nesta quarta-feira (10), às 8h45, no 3º Tribunal do Júri de Belo Horizonte. Ele é acusado, juntamente com o comerciante Antônio Osvaldo Bicalho, do homicídio de um motorista em julho de 2009, no bairro Juliana, região Norte da capital. O júri popular no Fórum Lafayette será presidido pela magistrada Myrna Fabiana Monteiro Souto.

Atualmente, Bola está preso na Casa de Custódia da Polícia Civil, na capital. O ex-policial foi condenado em 2013, em outro processo criminal, pelo desaparecimento e morte, em julho de 2010, de Eliza Samudio, ex-namorada do goleiro Bruno, então jogador do Flamengo.

Contratado para executar

Segundo a denúncia do Ministério Público, o motorista foi assassinado porque tinha um envolvimento amoroso com a esposa do comerciante. O homem descobriu o relacionamento extraconjugal e contratou o ex-policial para executar o crime. Ainda de acordo com o MP, o casal mantinha um relacionamento conturbado.

Segundo os relatos nos autos, no dia do crime o motorista caminhava distraidamente, próximo à sua casa no bairro Juliana, quando foi abordado pelo ex-policial, que o cumprimentou para se certificar de sua identidade, atirou e fugiu em seguida.

Os dois supostos autores do crime foram denunciados por homicídio duplamente qualificado, mediante promessa de recompensa e com dificuldade de defesa para a vítima.

*Com BHAZ

 

Postado originalmente por: Portal Sete

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: