Pedro Cine Fotos
Sete Lagoas e Região

SEED lança edital para nova rodada de aceleração de startups

Por: Portal Sete 26/03/2018 11:52
Tem uma ideia, projeto ou startup que envolva alguma tecnologia? Até 6 de abril o SEED – programa mineiro de apoio às startups – recebe inscrições para preencher as 40 vagas de seu 5º programa de aceleração, um dos maiores da América Latina. O SEED (Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development) tem como objetivo fomentar o ecossistema de empreendedorismo e inovação em Minas Gerais. O edital vai selecionar 40 startups e empresas de base tecnológica que terão acesso a um programa de desenvolvimento empreendedor e à aceleração. Cada selecionada recebe, além dos investimentos dos benefícios não financeiros, capital semente de até R$ 80 mil, livre de participação. O edital está disponível em minasdigital.mg.gov.br/seed.
“Estamos transformando Minas Gerais no melhor lugar para inovar. A retomada do SEED, em 2015, mostra o compromisso do Governo de Minas Gerais em investir nas ações de inovação, tecnologia e empreendedorismo”, destaca o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Miguel Corrêa.
São seis meses de formação empreendedora, uma estrutura dedicada com mentores experientes, eventos e um ambiente fértil para conexões com empresas, investidores e o próprio governo. “Os selecionados têm acesso a um espaço de coworking com toda infraestrutura necessária para comportar até três pessoas de cada startup, além de serviços e ferramentas de tecnologia. As empresas aceleradas se conectam a uma rede de inovação e empreendedorismo relevante, e ainda têm incentivos financeiros para se manter na cidade e fazer investimentos diretos no desenvolvimento do produto e modelo de negócio”, salienta Bruno Scolari, coordenador-geral do SEED.
Podem se inscrever maiores de 18 anos, brasileiros ou estrangeiros, que tenham disponibilidade para permanecer em Belo Horizonte durante o período do programa e cuja equipe e produto apresentem um alto potencial de impacto no ecossistema de inovação e empreendedorismo de Minas Gerais. Os projetos serão selecionados por uma equipe externa a partir da avaliação de critérios como inovação, escalabilidade, capacidade técnica e complementar da equipe, atitude empreendedora, potencial de mercado, entre outros. Dois ou três participantes de cada startup participam ativamente da aceleração. O resultado será conhecido no dia 06 de junho de 2018.
O programa tem uma metodologia própria, baseada no conhecimento e nas experiências de empreendedores e mentores de sucesso do ecossistema brasileiro. “É uma oportunidade única para empreendedores aprenderem na prática a modelar seus negócios, a inovar de maneira estruturada e a fazerem uma gestão voltada para o desenvolvimento ágil de seus produtos, a partir do acesso a mentores experientes e a atores do ecossistema de inovação e empreendedorismo do Brasil e do mundo”, completa Scolari.
Os impactos da participação no programa são expressivos para as startups. Somente na última rodada, o faturamento do conjunto das empresas aceleradas triplicou. “Com a participação no SEED pudemos profissionalizar nosso negócio, aprender a partir da experiência de outras empresas e evoluir muito. As mentorias foram essenciais para nos guiar por caminhos que nos levaram a um desenvolvimento genuíno do negócio, que não teríamos conseguido sozinhos”, conta Paola Cicarelli, co-fundadora da Cuboz, que participou da 4º rodada do programa em 2017.
Sete Lagoas
O ecossistema local de startups, Santa Helena Valley (SHV), já teve duas startups participantes: a Lett Insight, do engenheiro sete-lagoano Fabrício Massula (na terceira rodada), e a SafeTest, da engenheira de alimentos Janayna Bhering (na quarta rodada). A Lett atua no monitoramento de lojas virtuais para varejistas e fabricantes em tempo real e a Safetest cria métodos rápidos e precisos para detecção precoce de doenças infecciosas, como Dengue, Zika, Febre Amarela, Sífilis, HIV, Brucelose e Febre Aftosa. “Foi um privilégio muito grande participar desse programa”, comentou Massula à época. “Gostei muito da possibilidade de contribuir também”, afirmou Janayna, quando foi selecionada para a quarta rodada do SEED.
Sobre o SEED
O SEED é um dos maiores agentes de fomento do ecossistema de empreendedorismo e inovação brasileiro. Sua principal iniciativa é o programa de aceleração de startups para empreendedores do mundo todo que queiram desenvolver seus negócios em Minas Gerais. Ele é parte do Minas Digital, iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado de Minas Gerais (SEDECTES), que tem como objetivo difundir a mentalidade empreendedora e tornar Minas Gerais o maior hub de startups e inovação da América Latina, e é financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).
Com o primeiro edital lançado em 2013, oprograma atingiu a marca de 5.408 inscrições e contou com a participação de 152 startups, sendo 116 brasileiras e 36 estrangeiras de 25 nacionalidades, com um total de 384 empreendedores. As empresas aceleradas geraram 300 empregos diretos e captaram cerca de R$ 22 milhões em investimentos. Com o lançamento do 5º edital, o SEED espera receber inscrições de todas as regiões de Minas Gerais, todos os estados do Brasil e dos cinco continentes.
Ascom SEED

Postado originalmente por: Portal Sete

%d blogueiros gostam disto: