Anuncie
Caratinga e Região

Prefeitura de Caratinga quer comprar marmitex para almoço e jantar das secretarias e gabinete do prefeito

Por: Rádio Cidade - Caratinga 23/08/2017 17:07

Que o Brasil está em crise, todo mundo sabe. Não é novidade que os Estados, incluindo Minas Gerais, estão ‘quebrados’. Também é fácil notar que os municípios estão penando com recursos que mal dão para o essencial. Em Caratinga, falta infraestrutura em ruas da periferia, os buracos das calçadas do centro da cidade são tantos que já nem é mais possível contar e a saúde está em estado de calamidade. O hospital reduziu atendimento e o Casu cancelou convênio para atendimento ambulatorial, exames, reabilitação, urgência e emergência por falta de pagamento. Nesse contexto, surpreende a notícia de que a Prefeitura de Caratinga abre licitação para contratar refeições e marmitex para atender as secretarias e o gabinete. Além dessa prioridade ser questionável, o valor também causa estranheza. O valor total da licitação é de R$ 715.815,00 para fornecimento por um ano. Na cotação apresentada, um marmitex pode chegar a R$ 20,96.

A marmita das secretarias de governo e do gabinete do prefeito Wellington Moreira, para almoço e jantar, não tem luxo. . O edital aceita que seja servida em embalagens térmicas de alumínio, tipo quentinha. O peso médio da refeição deverá ser de 700gr a 1kg. O almoço deverá ser servido de segunda a sexta-feira, a partir das 11h. O jantar, de segunda a sexta-feira, a partir das 17h.

Antes que perguntem pelo cardápio, o edital prevê um para cada dia da semana: segunda-feira (arroz, feijão batido, 1 tipo de legume cozido, 1 tipo de verdura e bife de porco picado); terça-feira (arroz, feijão batido, 1 tipo de legume cozido, 1 tipo de verdura e carne cozida com batatas ou mandioca); quarta-feira (arroz, feijão batido, 1 tipo de legume cozido, 1 tipo de verdura e filé de frango picado com cebola); quinta-feira (arroz, feijão batido, 1 tipo de legume cozido,1 tipo de verdura e bife de porco picado) e sexta-feira (arroz, feijão batido, 1 tipo de legume cozido, 1 tipo de verdura; e coxa e sobre coxa assado).

De acordo com nota explicativa da prefeitura, publicada com destaque na edição de hoje (23) do Diário de Caratinga, o fornecimento da marmita para os funcionários é imprescindível para o andamento das atividades da prefeitura e que, não ocorrendo, “certamente causará prejuízos inquantificáveis à população”.

 

  • Com informações do Diário de Caratinga

Postado originalmente por: Rádio Cidade – Caratinga / MG

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: