28 Congresso
Uberaba e Região

Encontro une forças de segurança em torno de projeto comunitário

Por: Rádio JM 730 AM 11/04/2018 7:30

Sandro Neves

Subsecretário Danilo Emanuel Salas foi recebido pelo delegado Heli Andrade e pelo coronel Lupércio Peres
Com foco no policiamento comunitário (projeto da Polícia Militar) e mediação de conflito (projeto da Polícia Civil), Uberaba recebeu ontem no auditório da 5ª Risp (Região Integrada de Segurança Pública) a 13ª edição do Encontro Regional de Polícia Comunitária.
Aproximadamente 150 pessoas, entre representantes das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Segurança Pública, Rede de Vizinhos Protegidos, Conselhos Comunitários de Segurança Pública (Conseps), além de sociedade civil, participaram do encontro e acompanharam palestras que aconteceram nos períodos da manhã e tarde.
O subsecretário de Integração de Segurança Pública de Minas Gerais, Danilo Emanuel Salas, destacou que um dos principais objetivos do encontro foi dar prosseguimento ao Programa de Polícia Comunitária. “Neste encontro buscamos congregar as boas práticas relacionadas às forças de segurança e com a interlocução com o cidadão. Além disso, abordamos as boas práticas relacionadas às mediações de conflitos, entre outras que podemos fazer com relação à investigação e prevenção de crimes, como os contra caixas eletrônicos, entre outros”, afirmou Salas, que ainda comentou sobre a importância do Disque 181 como ferramenta de denúncias. “A população pode participar na prevenção e repressão dos crimes denunciando via 181, de forma totalmente sigilosa, e procurando as forças de segurança. Em 10 anos houve cerca de 770 mil denúncias e isso fez uma diferença enorme”, ressaltou.
O encontro também contou com as participações do comandante da 5ª RPM, coronel Lupércio Peres Dalvas, que realizou a abertura do evento; além do delegado-chefe do 5º Departamento de Polícia Civil, Heli Andrade; do presidente da OAB/Uberaba, Vicente Flávio Macedo Ribeiro, e do delegado-chefe da Polícia Federal em Uberaba, Marcelo Xavier.
Outro palestrante do encontro foi o delegado Gustavo Anai, que falou sobre mediação e resolução pacífica de conflito. “Nós explicamos o conceito de mediação de conflito e interação humana em situações de conflitos interpessoais”, comentou.
O Programa de Mediação de Conflitos é um instrumento em que as partes têm a oportunidade de refletir sobre o contexto de seus problemas, de compreender as diferentes perspectivas e, ainda, de construir em comunhão uma solução que possa garantir a pacificação social.
Já a Polícia Comunitária tem a filosofia e estratégia organizacional de viabilizar uma nova forma de parceria entre polícia e comunidade, sendo esta convocada e estimulada a participar, com a polícia, na identificação e priorização de problemas locais e na busca de soluções.
Até junho de 2018 as 19 regiões integradas de Segurança Pública do Estado serão contempladas com o encontro, cuja capacitação atingirá cerca de 1.800 pessoas.

Postado originalmente por: JM Online

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: