Pedro Cine Fotos
Uberaba e Região

Justiça realiza reintegração de área de preservação no Mercês

Por: Rádio JM 730 AM 31/10/2017 0:30

Famílias que ocuparam Área de Preservação Permanente (APP) foram retiradas do local. A reintegração de posse aconteceu ontem, sendo que dez famílias moravam em casas de madeira e outras de alvenaria. A APP fica ao lado do Sindicato Rural de Uberaba, na rua Manoel Brandão, bairro Mercês. A reintegração foi pacífica, sem confusões. No momento em que oficial de Justiça e as máquinas chegaram, apenas duas famílias ainda estavam na área, sendo que uma já estava desmontando a casa de madeira em que morava.
De acordo com oficial de Justiça Warne Willian Pires Júnior, assim que teve acesso ao mandado de reintegração de posse da Prefeitura, esteve no local com representantes da ação social para comunicar o cumprimento do mandado no dia 30 de outubro. “Demos prazo para que saíssem, mais de um mês. A maioria não estava mais no local quando cumprimos o mandado, por isso acredito que tinham para onde ir”, diz.
O presidente da Cohagra, Marcos Jammal, acompanhou a reintegração para dar apoio necessário às famílias, inclusive antes do cumprimento do mandado. “Algumas famílias já estavam indicadas para o programa Minha Casa Minha Vida e comunicamos que se continuassem, poderiam perder a oportunidade de ter a sua casa pelo faixa 1 do programa, por isso a maioria saiu. Contudo, o importante é ressaltar que não vamos permitir crescimento desordenado de Uberaba, queremos promover moradias, sim, mas de qualidade e em local adequado para tal”, explica Jammal.
Neste caso não foi preciso que a Prefeitura buscasse abrigos para as famílias, todas se organizaram da forma que puderam, em casas de parentes e amigos. Além de estarem em área que é do poder público, as famílias se instalaram em uma APP, às margens do córrego das Lajes, o que poderia comprometer o meio ambiente local, e não é permitido nenhum tipo de edificação. Além disso, também existem minas d’água, que, inclusive, eram usadas pelas famílias.

Postado originalmente por: JM Online

%d blogueiros gostam disto: