Encontro
Uberaba e Região

Servidores da Educação estadual protestam contra o atraso do 13º

Por: Rádio JM 730 AM 27/12/2017 0:30

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) realizará protesto contra o parcelamento do 13° salário. A ação vai acontecer hoje em Belo Horizonte. Uma caravana de Uberaba foi montada e um grupo de 30 trabalhadores vai participar do ato. Ao todo, a expectativa do sindicato é reunir cerca de duas mil pessoas.

Na semana passada, o governo de Minas anunciou que o pagamento do 13° salário dos servidores, exceto para aqueles que trabalham na área da Saúde e segurança pública, será em quatro parcelas, divididas igualmente, a começar no dia 19 de janeiro, com término em 19 de abril. Os servidores da Educação não gostaram da medida e, por isso, vão protestar.

“A categoria está indignada, já recebi diversas ligações de pessoas preocupadas com essa medida adotada pelo governador Fernando Pimentel, que foi anunciada sem ouvir a categoria. Os servidores estão preocupados, pois muitos fizeram compromisso com o dinheiro, como, por exemplo, aqueles que contraíram empréstimos e que deveriam ser pagos com o 13° salário, outros que o usariam para as contas do início do ano. Enfim, a revolta é geral e temos que agir”, explica a coordenadora local do Sind-UTE, Maria Helena Gabriel.
De acordo com Maria Helena, além de não aprovar a forma de pagamento, os educadores também temem pelo não-cumprimento do compromisso, pois por diversas vezes o governo, que vem pagando salários de forma parcelada, não honrou a data e atrasou o pagamento. Por isto, acreditam que, da mesma forma, pode acontecer com o 13° salário. “Assim, temos de ir à luta, atender ao chamado do sindicato e, se possível, nem mesmo começar o ano letivo, fazendo greve para mostrar ao governo a nossa insatisfação”, afirma.

Postado originalmente por: JM Online

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: