Pedro Cine Fotos
Montes Claros e Região

Com liberdade concedida pelo Supremo, ex-diretor do Banco do Brasil terá de pagar multa de 2 milhões de reais para sair da prisão

Por: Radio Montes Claros 28/12/2017 8:50

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, concedeu liberdade condicional a Henrique Pizzolato, ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil condenado no processo do mensalão. De acordo com o ministro, Pizzolato cumpriu os requisitos da lei para obter o benefício.MULTAMas, para sair da prisão, o ex-diretor do Banco do Brasil precisará pagar mensalmente as parcelas da multa de mais de R$ 2 milhões, estabelecida em sua condenação. Henrique Pizzolato foi condenado a 12 anos e 7 meses de prisão pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro no âmbito do mensalão do PT.ITÁLIAEle fugiu do Brasil em novembro de 2013 para não ser preso e, na fuga, usou documentos do irmão morto. Acabou preso na Itália, em fevereiro de 2014 e, desde maio deste ano, está detido em regime semiaberto.

Postado originalmente por: 93 FM

%d blogueiros gostam disto: