28 Congresso
Muriaé e Região

Entrevista: dermatologista Lívia Ariano fala sobre câncer de pele no “Manhã da Muriaé”

Por: Rádio Muriaé 26/03/2018 16:48

Entrevista: dermatologista Lívia Ariano fala sobre câncer de pele no “Manhã da Muriaé”
A especialista participou do programa nesta segunda-feira (26)

A médica lembrou que os cuidados com a exposição ao sol valem para o ano todo

O câncer de pele foi tema de entrevista especial na edição desta segunda-feira (26) do programa “Manhã da Muriaé”, que vai ao ar de segunda a sábado, de 8h as 12h, na Rádio Muriaé, em 1140 AM e 99,5 FM. O comunicador Jorge Luiz conversou com a médica dermatologista Lívia Ariano.

Clique acima e assista a entrevista que também foi transmitida ao vivo em vídeo na página da Rádio Muriaé no facebook.

Entre outros pontos importantes, a especialista ressaltou que o principal meio de prevenção é o cuidado com a exposição ao sol, e lembrou que as pessoas de pele mais clara são mais suscetíveis à doença.

Sobre o sol, Lívia Ariano enfatizou que mesmo nos horários considerados menos perigosos, até às 9h e após as 16h, a exposição deve ser moderada e sempre com uso de filtro solar, no mínimo fator 30. Se a pessoa tiver pele clara, deve optar por fatores maiores. A médica destacou também que a prevenção deve ser mantida durante todo o ano e não apenas no verão.

Ela falou ainda sobre as “pintas” que devem ser monitoradas – principalmente se localizadas em pontos do corpo mais expostos ao sol – e que em caso de alterações, como aumento de tamanho, mudança de aspecto e irregularidade das bordas, um médico deve ser procurado.

Tipos mais frequentes de câncer de pele

– Carcinoma basocelular: é o mais comum e menos agressivo dos três, representando 85% dos casos. Está diretamente ligado à exposição solar cumulativa ao longo da vida e, por isso tem maior incidência em pessoas com idade aproximada de 40 anos. Raramente causa metástase – quando uma patologia se espalha para outras partes do corpo, a partir de uma lesão inicial, por via sanguínea ou linfática.

– Carcinoma espinocelular: mais grave do que o carcinoma basocelular, corresponde a 10% dos casos de câncer de pele e pode se disseminar por meio de gânglios e derivar em metástase. Além da exposição prolongada aos raios solares, especialmente sem a proteção adequada, tem entre suas causas também o tabagismo.

– Melanoma: é o tipo mais raro, porém, mais agressivo. Tem alto potencial de produzir metástase e pode levar à morte se não houver diagnóstico e tratamento precoce. Representa cerca de 3% dos casos e é mais comum em pessoas de pele clara e sensível.

A médica dermatologista Lívia Ariano atende na clínica Cedadi, no edifício Center Gávea, situado na Av. Carolina Brum, nº35, na Gávea, atrás da concessionária Osaka Toyota. Telefone 3721-4724.

 

Texto: Rádio Muriaé – reprodução na íntegra ou parcial do conteúdo (texto e imagem) permitida somente mediante crédito.

 

Fonte : Radio Muriaé

Postado originalmente por: Rádio Muriaé

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: