Pedro Cine Fotos
Juiz de Fora e Região

CRLV 2017 começa a ser cobrado para todos os veículos

Por: Tribuna de Minas 29/06/2017 18:58
crlvmarcelo

Foto: Marcelo Ribeiro

Motoristas de veículos com placas de final 6, 7, 8, 9 e 0 devem ficar atentos à cobrança do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) 2017 que começa a ser feita a partir deste sábado, 1º de julho. Com o prazo batendo à porta, motoristas têm lotado a Delegacia de Trânsito de Juiz de Fora nos últimos dias para regularizar a situação e em busca do documento.

A partir de sábado, quem não apresentar o CRLV deste ano nas blitze policiais está sujeito a pagar R$ 293,47 de multa, além de acumular 7 pontos na CNH. A infração é considerada gravíssima, sendo prevista ainda apreensão do veículo.
A cobrança para carros, motos, ônibus e caminhões com placas de finais de 1 a 5 já é feita desde 1º de junho. De acordo com o tenente Marcus Leandro, comandante do Pelotão de Policiamento de Trânsito (PPtran), as operações continuarão a ser realizadas com o intuito de fiscalizar não só a documentação, mas todos os outros elementos do veículo.
Segundo a delegada de Trânsito, Ione Barbosa, o movimento é maior no setor desde o início desta semana. Ela destaca que muitos procuram a unidade por não terem recebido o CRLV 2017 em suas residências. Pendências com IPVA, seguro DPVAT, taxa de licenciamento ou multas travam a liberação do documento. “A movimentação cresceu devido ao prazo estar quase no final, e muita gente busca a regularização de última hora. Elas devem ainda estar atentas à irregularidade cadastral e débitos, que impedem a emissão e chegada do CRLV no endereço correto. Este fato traz inúmeras pessoas à delegacia. Geralmente aqueles que não apresentam empecilho recebem a nova documentação em, no máximo, sete dias”, finalizou Ione.

A delegada orienta que, para evitar filas e demora, o motorista pode acessar o site detran.mg.gov.br e, neste endereço, consultar débitos e outras pendências. “O número de servidores continua o mesmo frente a grande demanda neste período. Quem não conseguir ou não tiver acesso, deve nos procurar. Estamos capacitados para realizar esse tipo de serviço.”

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora / MG

%d blogueiros gostam disto: