JF ganha escritório de orientação para estudo superior nos EUA

O Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG), com sede em Juiz de Fora, é a primeira instituição pública mineira a ter o escritório de orientação educacional para estudo superior no Estados Unidos, o EducationUSA. O espaço, localizado no prédio da Reitoria, no Bairro Estrela Sul, foi inaugurado nesta quarta-feira (24). A solenidade de inauguração contou com a presença do prefeito Antônio Almas (PSDB), o reitor da instituição, Charles Okama de Souza, a coordenadora regional do Education USA para o Cone Sul, Rita Moriconi, a cônsul do escritório da embaixada dos Estados Unidos em Belo Horizonte, Rita Rico, dentre outras autoridades, além da comunidade acadêmica.

Na ocasião, foram explanadas as formas de atuação, a dinâmica de funcionamento e os objetivos do escritório, que será aberto à comunidade. A proposta é promover um intercâmbio de ensino e cultura entre Brasil e Estados Unidos, tendo Juiz de Fora como ponte. “Queremos receber mais estudantes americanos em nossas instituições e ter a oportunidade de levar mais brasileiros para estudarem lá. Além de professores e alunos do IF Sudeste, o escritório é aberto para cidade e região”, informou Rita Moriconi, destacando a existência do projeto “Oportunidades acadêmicas”, que garante bolsa de estudo integral para estudantes de baixa renda.

Na prática, o escritório irá orientar os interessados em estudar nos Estados Unidos sobre como é a rotina dos campi de instituições americanas, fornecer informações aos pais de alunos que desejam se candidatar a uma vaga e, também, organizar eventos para a população conhecer as oportunidades. Além de informar sobre o ingresso nas universidades, a ideia é realizar parcerias interinstitucionais para o desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa, inovação e extensão.

Para a professora do IF Sudeste e conselheira do escritório, Patrícia Botelho, o trabalho poderá trazer impactos sociais. “Serão oferecidas vagas em cursos de língua inglesa de curta duração, graduação, mestrado e doutorado. Sabemos de pessoas que tiveram a vida modificada por conta de oportunidades como estas.”

Demanda
De acordo com a cônsul do escritório da embaixada dos Estados Unidos em Belo Horizonte, Rita Rico, os Estados Unidos se configuram no principal destino para estudantes de todo o mundo que optam por estudar fora. “O país é procurado por 30% destes alunos. No caso dos brasileiros, são 14 mil por ano.” O EducationUSA possui 38 escritórios no país, sendo quatro em Minas Gerais. “Temos duas unidades em Belo Horizonte, uma em Uberlândia e queríamos muito vir para Juiz de Fora, pois uma cidade que possui mais de 18 mil alunos de ensino médio e nove instituições de ensino superior não poderia estar de fora dessa lista.”

A unidade do IF Sudeste MG será a primeira do estado localizada em uma instituição pública. “Este projeto vem reforçar a interação entre a academia e a comunidade, e tem um grande potencial de impacto econômico e social”, explicou o diretor de Relações Internacionais e Interinstitucionais do instituto, Daniel Augusto de Oliveira.

Na avaliação do reitor Charles Okama de Souza, o projeto está alinhado com as diretrizes do instituto. “As instituições devem contribuir e ser protagonistas no processo de transformação social. E esta transformação só é possível por meio da educação.”

Para o prefeito Antônio Almas, a inauguração do escritório coloca a cidade em posição de destaque. “Juiz de Fora tem um porta aberta para o mundo. A abertura do escritório demonstra a nossa capacidade cosmopolita, e é uma conquista para todos nós.”

O post JF ganha escritório de orientação para estudo superior nos EUA apareceu primeiro em Tribuna de Minas.

Postado originalmente por: Tribuna de Minas – Juiz de Fora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: