Jovem de 26 anos morre em hospital particular de Araguari e família acredita em negligência médica

O jovem João Kaíke Oliveira, de 26 anos, morreu após uma suposta negligência médica por parte de um hospital particular de Araguari, de acordo com seus familiares. O caso ocorreu na noite de quarta-feira, 9.

A equipe de reportagem da TV Vitoriosa conversou com Iara Goulart Prado, noiva de João Kaíke. Ela relatou que o acompanhou até o Hospital Santo Antônio, na noite de quarta-feira, devido a dores que o rapaz sentia em uma das pernas por conta de uma anemia falciforme que ele tinha.

João Kaíke chegou ao local andando, lúcido e conversando. Iara deixou o hospital para pegar algumas coisas a pedido do noivo, mas nesse meio tempo, ele foi medicado e teve uma reação alérgica.

“Na hora que coloquei as sacolas na cama e olhei, eu assustei. Ele já estava todo inchado, roxo. Eu perguntei pra enfermeira e ela disse que ele teve uma reação alérgica ao antibiótico que foi ministrado e pra sarar essa reação alérgica, o médico veio e fez o antialérgico”, disse.

Apesar da tentativa de contornar o problema, João Kaíke acabou falecendo. Prado avisou todos os familiares nas primeiras horas da madrugada, mas também acionou a Polícia Militar (PM) para registrar um Boletim de Ocorrência (B.O). O médico prestou depoimento primeiro e não autorizou a participação da família, que conversou com os médicos logo em seguida.

Fachada do Hospital Santo Antônio

Os familiares do jovem precisaram acionar um advogado para solicitar uma necropsia e elucidar as causas da morte de João Kaíke. E por conta destas questões burocráticas, o corpo do rapaz levou mais de 18 horas para ser liberado para o funeral.

“Eu recebi a notícia era três horas da manhã, vim o mais rápido possível. A gente chegou aqui pra fazer o funeral. Porém, não tem o corpo liberado, estão enrolando desde cedo. A gente teve de fazer toda uma movimentação, ir ao hospital, solicitar, pedir. Fomos na funerária, no IML, na delegacia. Uma falta total de respeito”, disse Mirelle Cristina Ferreira, irmã de João Kaíke.

O corpo de João Kaíke foi liberado no final da tarde para o velório. O sepultamento ocorreu na manhã desta sexta-feira, 11, no Cemitério Bom Jesus, em Araguari.

Nota do Hospital Santo Antônio

A equipe de reportagem da TV Vitoriosa procurou a direção do Hospital Santo Antônio, que disse que se manifestaria à imprensa apenas por meio de nota. Confira abaixo.

“No caso em questão, esclarecemos que não houve negligência médica, tendo o paciente sido atendido a tempo e modo, inclusive conforme prontuário médico do mesmo, devidamente entregue à família.

Os médicos responsáveis pelo atendimento estão à disposição da família para sanar toda e qualquer dúvida da mesma.

Atenciosamente.”

Informações: Carlos Vilela

 

Postado originalmente por: Portal V9 – Vitoriosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: