Pedro Cine Fotos
Vale do Mucuri

Filho de pedrista de Teófilo Otoni morre atropelado por ônibus em Goiânia

Por: Aconteceu no Vale 28/06/2017 21:27

O pedestre Adriano Gomes Pereira, de 35 anos, morreu nesta quarta-feira (28/06/2017) ao ser atropelado por um veículo coletivo do Eixo Anhanguera, no Setor Rodoviário, em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, o acidente aconteceu no corredor exclusivo para ônibus.

O caso é apurado pela Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito de Goiânia (Dict). De acordo com a equipe que foi ao local do acidente, Adriano atravessava a Avenida Anhanguera fora da faixa de pedestres.

Além disso, segundo o relato de testemunhas aos policiais, ele foi atingido pelo coletivo após passar entre as barras de ferro que separam o corredor de ônibus da pista destinada aos demais veículos para terminar a travessia. O homem morreu no local.

A Dict crê que câmeras de ônibus e de estabelecimentos da região podem ajudar a esclarecer como aconteceu o atropelamento.

O motorista do veículo, Wellington de Oliveira Moreira, de 36 anos, foi submetido ao teste do bafômetro. O resultado apontou que ele não havia consumido bebida alcoólica.

Homem morre ao ser atropelado por ônibus do Eixo Anhanguera (Foto: Divulgação/Dict)

Motorista abalado

A Metrobus, concessionária que administra o Eixo Anhanguera, informou, em nota, que “lamenta profundamente o acidente”. A empresa ponderou que o “atropelamento ocorreu fora da faixa de pedestres com o condutor do veículo estando dentro da velocidade permitida pela via, de acordo com medição feita pelo tacógrafo”.

A concessionária ainda destacou que “prestará todo o auxílio psicológico ao motorista, que está consternado com a fatalidade”. A Assistência Social da empresa também tenta contato com a família da vítima.

Por fim, a Metrobus pede que pedestres não atravessem o corredor exclusivo do Eixo Anhanguera fora da faixa.

Vítima de Teófilo Otoni

Adriano Gomes Pereira, de 35 anos, é filho do pedrista Belmiro Gomes, morador do bairro Grão Pará, em Teófilo Otoni. Segundo informações, ele estava em Goiânia para receber valores referentes ao comércio de pedras. O corpo será sepultado na cidade do Vale do Mucuri.

Adriano Gomes Pereira residia em Teófilo Otoni (Foto: Reprodução)

VER PRIMEIRO

Receba as notícias do Aconteceu no Vale em primeira mão. Clique em curtir no endereço www.facebook.com/aconteceunovale ou no box abaixo:


(Com informações do G1 Goiás)

Postado originalmente por: Aconteceu no Vale

%d blogueiros gostam disto: