281 cidades mineiras decretaram situação de emergência ou de calamidade pública

Passou de 205 para 281 o número de cidades mineiras que decretaram situação de emergência ou de calamidade pública devido à greve dos caminhoneiros.  As informações são do último balanço da Defesa Civil divulgado nesta quinta-feira (31).

Mesmo após o fim, os reflexos deixados pela greve dos caminhoneiros, que durou dez dias, continuam afetando o transporte de combustíveis e alimentos em algumas localidades. São 37 cidades em estado de calamidade pública e 244 em situação de emergência, sendo um terço dos municípios do estado.

Belo Horizonte e região Metropolitana recebem combustível desde a última segunda-feira (28), mas a situação ainda não foi normalizada.  Várias pessoas continuam sem abastecer. Já no interior do estado, o reabastecimento aumentou na última quarta-feira (30).

Estado de calamidade pública ou situação de emergência é um cenário anormal, provocado por desastres, causando danos e prejuízos que impliquem o comprometimento substancial da capacidade de resposta do poder público e do ente federativo atingido.

Os decretos permitem que os problemas sejam resolvidos com mais agilidade e também com a ajuda dos governos Estadual e Federal nas medidas emergenciais.

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: