Após usar trabalho escravo como argumento para acumular vencimentos, ministra desiste de pedido

O Ministério dos Direitos Humanos informou nessa quinta-feira (2) que a ministra da pasta, Luislinda Valois, desistiu e arquivou a solicitação de acúmulo no salário. Luislinda enviou na quarta (31) um documento à Casa Civil no qual reivindicava o direito de receber acumulados os salários como desembargadora aposentada e como ministra, que, juntos, ultrapassam R$ 60 mil. O assunto gerou polêmicas e foi bastante criticado, principalmente porque a ministra usou como argumento o trabalho escravo. Confira na reportagem.

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: