Brasil vence Sérvia e vai pegar o México

FIFA/Divulgação

Thiago Silva subiu mais que a defesa sérvia para marcar o segundo gol do Brasil no Spartak Stadium

Com um futebol burocrático, o Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0 nessa quarta-feira, no Spartak Stadium, em Moscou, confirmando o primeiro lugar no Grupo E. Agora, vai enfrentar o México, segundo colocado no Grupo F, na segunda-feira (2), às 11h, em Moscou. O time asteca perdeu feio para a Suécia (3 a 0), mas foi beneficiado pela derrota da Alemanha diante do Coréia do Sul (2 a 0).

Depois dos resultados dessa quarta-feira, Brasil e México caíram no chaveamento que tem Uruguai, Portugal, Argentina e França. Já a Suíça, que empatou com a Costa Rica (2 a 2) vai pegar a Suécia, e ficará do lado de Espanha, Rússia, Croácia e Dinamarca.

Primeiro tempo

Os dois times ainda se estudavam quando Marcelo sentiu uma fisgada, conversou com Tite e foi substituído por Filipe Luís.

Aos 9min, na primeira chance do Brasil, Gabriel Jesus ficou “na cara” de Stojkovic, mas não conseguiu concluir. O goleiro sérvio voltaria a se destacar aos 24min, quando conseguiu evitar que Neymar concluísse um passe açucarado de Gabriel Jesus.

A Sérvia respondeu com Kolarov, com um chute forte, seguido do desvio da defesa brasileira para escanteio.
Aos 30min, o Brasil ficou ainda mais pressionado. A Suíça abria o placar contra Costa Rica, e assumia a primeira posição.

Cinco minutos depois, o Brasil movimentava o placar, em lance com a cara do Barcelona. Philippe Coutinho penetrou pelo meio e, depois de observar o posicionamento dos seus companheiros, enfiou uma bola na medida para Paulinho ficar frente a frente com Stojkovic e fazer o gol por cobertura.

Até o final do primeiro tempo o jogo ficou novamente “amarrado” com muitas trocas de passes na intermediária.
No intervalo, a CBF informou que Marcelo teve um espasmo na coluna ao tentar iniciar uma arrancada, acrescentando que o lateral passava bem.

Segundo tempo
Na segunda etapa, depois da monotonia reinante até os dez minutos, saíram alguns mais criativos. Primeiro foi uma descida perigosa da Sérvia, que Miranda conseguiu mandar a escanteio. Na retomada da posse de bola, Willian avançou e, do meio-campo, fez um lançamento preciso para Neymar, mas o goleiro sérvio voltou a pontificar.
Aos 15min, Alisson falhou ao cortar cruzamento da esquerda, soltando a bola na cabeça de Mitrovic. O sérvio finalizou, mas foi a vez de Thiago Silva corrigir a situação e evitar o empate.

A seleção da Sérvia se animou a atacar com mais insistência. Aos 19min, Mitrovic ganhou de Fagner pelo alto e cabeceou com perigo, mas Alisson conseguiu defender. Para mudar o cenário da partida, Tite trocou Paulinho por Fernandinho.

Depois de sair do sufoco momentâneo, o Brasil desceu ao ataque e conquistou o segundo gol. Na cobrança de escanteio por Neymar, o zagueiro Thiago Silva acertou uma cabeçada certeira e indefensável: 2 a 0.

A ampliação do placar deu outra dinâmica à partida, com os sérvios já demonstrando abatimento. Melhor para os brasileiros, que chegaram com perigo em mais dois lances, com Filipe Luís e Neymar.

O Brasil atuou com: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo (Filipe Luís); Casemiro; Paulinho (Fernandinho), Philippe Coutinho (Renato Augusto), Willian e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico – Tite

A Sérvia se despediu do Mundial com: Stojkovic; Rukavina, Milenkovic, Veljkovic e Kolarov; Matic, Ljajic (Zvicovic), Tadic, Milinkovic-Savic e Kostic (Radonjic); Mitrovic (Jovic). Técnico – Mladen Krstajic

A arbitragem foi comandada pelo iraniano Alireza Faghani, com assistências dos seus compatriotas Reza Sokhandan e Mohamm Mansouri.


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: