Campanha financiará tratamento para criança paraplégica de Caratinga

Reprodução

Anna Júlia recebe apoio dos profissionais da PC e de outras instituições de Caratinga

A Polícia Civil de Caratinga está em campanha para arrecadar recursos financeiros que serão destinados ao tratamento da pequena Anna Júlia de Oliveira Calazans, residente no bairro Limoeiro, naquela cidade. A criança necessita realizar um tratamento com células-tronco na Tailândia. O custo total é estimado em R$ 140.000. Para isso, instituições como a PC, clubes de serviço e demais empresas participam da campanha #Todosporanna, por meio da qual arrecadam o dinheiro.

Aos seis anos de idade, Anna Júlia teve uma febre alta que ocasionou em convulsões e levou a criança duas vezes ao estado de coma. Quando Anna recuperou do segundo coma, apresentava um quadro de tetraplegia e, com melhoras, a garota ficou paraplégica. Hoje, Anna Júlia tem 12 anos e não possui os movimentos das pernas e alguns órgãos não funcionam de modo adequado. Por isso, depende do uso de sonda e fralda descartável.

A família descobriu um tratamento realizado na Tailândia com a utilização de células-tronco. Dois pacientes de Inhapim e um de Caratinga fizeram o procedimento e tiveram melhoras substanciais. Por isso, a campanha foi iniciada pela avó Sônia Maria de Oliveira Soares e pela tia Grace Kelly Soares, responsáveis pela criança.

Em entrevista ao Diário do Aço, o escrivão de polícia, Clemilson Calais, informa que a PC de Caratinga entrou nesta campanha por entender ser uma causa justa. “Esta família é vizinha da Delegacia da PC e um dia veio nos pedir ajuda. Percebemos que podíamos fazer algo. A Polícia Civil abraçou a campanha, por se comover com a Anna Júlia e visando justamente mostrar à sociedade o outro lado da instituição, o lado solidário, o lado humano, o lado sentimental, colocamos a campanha na rua”, destaca o escrivão.

Até o momento, foram arrecadados cerca de R$ 100 mil e a expectativa é que, até o fim do mês, o valor total necessário seja arrecadado. Se confirmado esse planejamento, em janeiro Anna Júlia poderá ser submetida ao tratamento no país asiático. Além das doações diretas, diversos eventos são promovidos em prol da campanha na cidade de Caratinga.

O escrivão afirma que a conta bancária em nome da avó será averiguada pelos servidores da Polícia Civil e encerrada ao atingir a meta. Assim, qualquer um que doou poderá conferir o extrato junto aos responsáveis pela campanha.
Para contribuir com o tratamento da criança basta doar qualquer valor para a conta poupança do Banco do Brasil, Agência: 0177-5, Conta Poupança: 130.000-8, Variação: 51.


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: