Detentos de Bocaiuva constroem escola dentro de presídio na cidade

Com três anos de duração, obra custou mais de R$ 200 mil


Educação para ressocialização. É isso que detentos de Bocaiuva, no Norte de Minas Gerais, fizeram. Os presos trabalharam na construção de uma escola, durante três anos.

Os detentos reformaram uma das estruturas do local e realizaram a construção da escola na laje do presídio. No local, duas salas de aula, auditório para palestras e um espaço multiuso foram construídos. As aulas estão sendo ministradas por professores contratados pelo governo de Minas.

Os profissionais dão aulas de educação básica a qualquer nível de escolaridade. Assim, todos os detentos podem participar das aulas.

Ao todo, são 14 professores que se revezam para dar aulas nos períodos da manhã e tarde.

De acordo com informações do presídio, 120, dos 190 detentos, se matricularam para participar das aulas.

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (SEAP) informou que a escola ocupa cerca de 500 metros do presídio. Na construção, 30 detentos se dedicaram exclusivamente ao projeto. O grupo ainda contou com o auxílio de um engenheiro para a construção da escola.

Como os detentos não são obrigados a estudar, a cada três dias frequentando as aulas, eles têm um dia de remissão da pena. O mesmo acontece com detentos que prestam serviços durante o período de reclusão.

Por: Victor Veloso 

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: