Dilma fala pela primeira vez como pré-candidata ao Senado por Minas Gerais

Durante o evento realizado pelo PT, a ex-presidente voltou a criticar o impeachment de 2016 como golpe e defendeu Lula


Foto: Reprodução/José Cruz/Agência Brasil

Pela primeira vez, após muita especulação, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) confirmou sua pré-candidatura ao Senado por Minas Gerais nas eleições de outubro. A oficialização ocorreu na noite de ontem, quinta-feira (28), em um evento da cúpula petista realizada em Belo Horizonte.

Em seu pronunciamento, Dilma voltou a criticar o processo de impeachment sofrido por ela em 2016. Ela disse considerar as eleições deste ano “importantes por poderem interromper um golpe, de deterioração das condições econômicas, políticas, sociais e civilizatórias”, comentou.

Dilma destacou o vínculo com Minas Gerais como motivo de ter escolhido concorrer à vaga pelo estado. Ela acrescentou ainda que sua pré-candidatura é uma resposta às recentes ações contra o, também ex-presidente, Lula. De acordo com a petista, a prisão de Lula é um tratamento que desrespeita os direitos constitucionais de qualquer cidadão, que é o da presunção de inocência. Ela alegou ainda que há uma manipulação de procedimentos, de condutas, de instâncias jurídicas diferentes para o ex-presidente Lula.

G.R

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: