Empresas de ônibus adotam mudanças

Wôlmer Ezequiel

A maioria das empresas de ônibus reduziu a quantidade de horários disponíveis na rodoviária de Ipatinga

Com a falta de combustível no país, devido à paralisação dos caminhoneiros, as empresas de ônibus estão com dificuldades para prestarem o serviço de transporte. Em Ipatinga não é diferente. Em entrevista ao Diário do Aço, o gerente do terminal rodoviário de Ipatinga, Luiz Carlos Chamon, afirmou que por causa dessa crise no abastecimento, as viações tiveram que aplicar uma série de mudanças. Uma delas é a suspensão da compra de passagem com antecedência.

Segundo o gerente, a incerteza das empresas em relação ao cenário nacional contribuiu para que medidas preventivas fossem adotadas, já que não é possível saber qual rumo que essa paralisação irá tomar no dia seguinte. “A maioria não está vendendo passagem antecipada, apenas na hora mesmo. Mas caso a pessoa conseguiu comprar a passagem uns dias antes, seu bilhete não será cancelado. Ela poderá embarcar normalmente. E além disso até agora não tivemos nenhum caso em que a viagem foi suspensa de última hora”, avisa.

Luiz Carlos Chamon informou que as empresas estão fazendo alterações no serviço conforme a dificuldade de cada uma. Com isso, não é possível saber o número exato da redução da frota de todas as viações que possuem agência na rodoviária de Ipatinga. “Desde sábado estamos tendo mudanças, mas não é algo padronizado. Posso dizer que os destinos mais procurados, como Belo Horizonte, Caratinga e Governador Valadares tiveram alterações. Seus horários foram reduzidos de forma que seja possível atender a demanda”, ressalta.

Luiz Carlos Chamon avisa que, em Ipatinga, a maioria das empresas de ônibus não estão vendendo passagem com antecedência

O gerente também explicou que algumas empresas ainda possuem combustível para realizar as viagens. “Algumas conseguiram abastecer a sua frota antes da crise se intensificar. Já outras possuem um estoque, por isso que estão conseguindo colocar os veículos nas ruas por enquanto”, informa.

Mais mudanças
Como ainda não existe uma previsão oficial para o término dessa paralisação dos caminhoneiros, Luiz Carlos Chamon acrescenta que mais mudanças podem ocorrer ao longo dessa semana, por isso as pessoas precisam ficar atentas. “Tem chance de os horários das viagens serem reduzidos mais ainda. Então fica difícil de dizer até quando essas alterações irão valer ou quando iremos voltar com a prestação de serviços ao normal”, pontua.

Voos
Em relação aos voos entre Ipatinga e Belo Horizonte, a assessoria de comunicação da Azul respondeu, por meio de uma nota, que a operação seguiu normal em Ipatinga nesta segunda-feira (28) e que vem adotando um plano de contingência, desde a semana passada, com o cancelamento programado de algumas de suas operações. “Os clientes já foram reacomodados em outras operações da própria Azul. Por isso, a companhia não vê conveniência em abrir a lista com voos previamente replanejado”, destaca. A assessoria de Comunicação também informou que houve apenas um voo cancelado nesta segunda-feira (28) e terça-feira (29), mas garantiu que os horários permanecem normalmente ao longo desta semana.

Veja mais:

Feira atacadista em Ipatinga tem queda de 70%

Funcionamento do Shopping tem alteração para os próximos dias

Usiminas opera no limite com efeitos de paralisação dos caminhoneiros


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: