Estudantes ingleses criam preservativos que identifica até 4 DST’s

Estudantes da Academia Isaac Newton de Londres criaram um preservativo que muda de cor ao entrar em contado com as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s).

Chamado de “S.T.EYE”, (abreviação em inglês de “olho das doenças transmissíveis”), a camisinha tem moléculas que brilham em tons diferentes para cada doença constatada.

Quando o preservativo fica verde, há contato com a clamídia (uma bactéria). A cor amarela significa Herpes, a cor azul indica a Sífilis e quando há contato com o vírus HPV a camisinha brilha na cor roxa. O objetivo do preservativo colorido é orientar as pessoas a usar a proteção, identificar as doenças precocemente e tratá-las desde o início.

Especialistas ingleses analisaram e aprovaram o produto. Algumas indústrias de preservativos estudam produzir e vender as camisinhas que detectam doenças sexualmente transmissíveis.

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: