Ex-prefeito da cidade de Fronteira em MG é condenado

O ex-prefeito da cidade de Fronteira, na região sudeste de Minas, e ex-diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Brasil Central (Adebrac), Paulo Sergio Campos, foi condenado a mais de 18 anos de prisão por estelionato.

Na denuncia feita pelo Ministério Federal de Uberaba em 2002,  ele estabeleceu por meio da Fundação Cultural Palmeiras, um convênio no valor de trezentos e vinte e sete mil reais.

O valor foi destinado à formação profissional e cultural da população negra, em municípios do triângulo mineiro.  Como compensação a Adebrac passaria noventa e três mil para o programa.

Para  comprovar que o dinheiro foi repassado de maneira correta, o ex-prefeito utilizou seis recibos falsos. A Controladoria Geral da União comprovou que nenhum dos serviços foi prestado e que os seis recibos falsos no valor de 15.500 R$ são de uma empresa que nunca existiu.

Agora condenado o ex-prefeito cumprirá 18 anos e 8 meses de prisão, além de pagar 1.050 dias-multa por desvio e mal uso de recursos públicos federais.

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: