Greve dos caminhoneiros: governo adia fim da campanha de vacinação contra a gripe

A medida ocorre em função da greve dos caminhoneiros, que segundo o Ministério de Saúde, prejudicou que a vacinação. O cronograma inicial previa o fim da campanha em 1º de junho


vacinacao-contra-gripe-termina-amanha-em-vicosa.jpg

O governo federal prorrogou a vacinação contra a gripe em todo o país até o dia 15 de junho. A medida ocorre em função da greve dos caminhoneiros, que segundo o Ministério de Saúde, prejudicou que a vacinação. O cronograma inicial previa o fim da campanha em 1º de junho. Até agora apenas 66% do público alvo foi vacinado.

De acordo com a pasta, os estoques de vacina não foram comprometidos com as paralisações. Porém, dificultou o aceso da população aos postos, já que a greve criou dificuldades de locomoção com a redução dos horários de ônibus coletivos e o desabastecimento em postos de combustível.

Um balanço divulgado pelo Ministério da Saúde mostrou que faltam 18,8 milhões de pessoas para serem vacinadas em todo o Brasil. O composto disponível protege contra três subtipos do vírus da gripe, o H1N1, H3N2 e Influenza B.

O grupo de quem tem direito a tomar gratuitamente nos postos de saúde de todo país é composto por: idosos, crianças de até cinco anos, portadores de doenças crônicas, gestantes e puérperas, além de professores e trabalhadores da área da Saúde.

Caso haja disponibilidade de imunizantes, os municípios podem ampliar o público para crianças de 5 a 9 anos e adultos com idades entre 50 e 59 anos.

G.R

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: