Horário do Comércio no jogo do Brasil libera comerciários

Wôlmer Ezequiel

O funcionamento, segundo o acordo, pode ser retomado 15 minutos após o fim do jogo

Os trabalhadores do comércio, tanto do setor lojista quanto do supermercadista, além de lojas do shopping, materiais de construção, autopeças e similares, poderão interromper suas atividades para assistir os jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo. A informação foi divulgada pelo Sindicato dos Empregados no Comércio de Ipatinga (Seci), representante da categoria, em negociação coletiva com o Sindicato do Comércio Varejista e Prestação de Serviço (Sindcomércio) do Vale do Aço.

De acordo com o adendo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), assinada no dia 28, no próximo jogo do Brasil, que será realizado segunda-feira (2), às 11h, o comércio funcionará da seguinte forma: as empresas de materiais de construção, elétrico, autopeças, vidraçarias, borracharias, madeireiras e similares, lojas do shopping e do setor supermercadista, como mercearias, varejões, sacolões, hortifrútis, açougues, casas de carnes, peixarias e similares devem liberar os funcionários 30 minutos antes do jogo da Seleção e disponibilizar TV ou telão para que possam assistir aos jogos na sede da empresa. Nesse caso, o trabalhador deve estar totalmente liberado de suas atribuições durante a partida. O funcionamento, segundo o acordo, pode ser retomado 15 minutos após o fim do jogo. As empresas que não quiserem disponibilizar TVs ou telões têm a opção de liberar os empregados uma hora antes do jogo, retornando uma hora após o fim da partida.

Outro o item do acordo prevê que as empresas do comércio lojista poderão utilizar a mão de obra de seus empregados no horário de 14h às 19h na próxima segunda-feira.


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: