Indefinição marca o cenário da eleição extemporânea em Timóteo

A quatro dias da eleição extemporânea, apesar do curto período de campanha nas ruas, Timóteo vive um clima de disputa das mais acirradas de que se tem notícia na história recente do município.

No próximo domingo (24), os eleitores voltam às urnas para a escolha do futuro prefeito. O cenário é de indefinição na intenção de votos pelo eleitorado, nas pesquisas estimulada e espontânea. Pelo levantamento, o índice de indecisos supera os 20%, na pesquisa estimulada e 30% na entrevista espontânea.

Estão no páreo, Adriano Alvarenga, que tem 22% das intenções de voto; Renato Martins, com 21%; Douglas Willkys com 20%; e Carlos Vasconcelos, 3%. Outros 12% dos entrevistados disseram que pretendem votar branco ou anular o voto e 22% se mostraram indecisos (levantamento estimulado).

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número MG-04398/2016 e realizada nos dias 17 e 18 últimos pela DataMG Centro de Informação & Pesquisa. Foram ouvidos 500 eleitores. A margem de erro é de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, em que o eleitor cita o nome do candidato no qual pretende votar, Adriano Alvarenga aparece com 21% das intenções, Renato Martins com 20%, Douglas Willkys com 18% e Carlos Vasconcelos com 2%. Brancos e nulos somam 7% e os indecisos 32%.

Rejeição

Perguntados em quem não votariam de jeito nenhum (rejeição estimulada) 15% das respostas foram para Adriano Alvarenga, 13% para Renato Martins e Carlos Vasconcelos e 12% para Douglas Willkys. Entretanto, 12% responderam que rejeitam todos os candidatos e 35% não souberam responder.

Mudança de última hora
Sobre a definição do voto, 30% dos entrevistados disseram que ainda podem mudar o voto até o dia da eleição. Quanto ao comparecimento, 85% disseram que pretendem votar, em 24 de junho.


Encontrou um erro? Comunique: [email protected]

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: