Mais de 80 cidades mineiras decretaram estado de emergência por falta de chuva

A Copasa informou que está sendo realizado rodízio de abastecimento de água em nove municípios do Norte e Nordeste de Minas, regiões mais afetadas pela falta de chuva


Imagem ilustrativa/Pixabay
(Foto: Reprodução/ Pixabay)

O período de estiagem fez com que 85 cidades mineiras decretassem situação de emergência. Segundo a Defesa Civil Estadual, entre as principais localidades que sofrem com a seca prolongada, está as regiões Norte e Nordeste do estado, além dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou, por meio de nota divulgada, que nove municípios foram obrigados a implementar rodízio de abastecimento de água. São eles Águas Vermelhas, Arcos, Campos Gerais, Capitão Enéas, Divisa Alegre, Montes Claros, Pai Pedro, Pedra Azul e Sardoá.

Além de realizar rodízio no abastecimento de água, os moradores precisam contar com caminhões-pipa, reativação e perfuração de poços e intervenção nas redes de distribuição.

Dados do Instituto Nacional de Metrologia (Inmet) apontam que o calor e o tempo firme devem continuar nestas regiões e os termômetros devem chegar perto da casa dos 40ºC, sendo que não há previsão de chuva para os próximos dias.

Apesar da situação preocupante nas regiões Norte e Nordeste, a Copasa informou que os reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de Belo Horizonte estão com níveis considerados satisfatórios.

Ainda de acordo com dados da companhia, nessa quarta-feira (15), o Sistema Paraopeba  e o Vargem das Flores operavam com 69% de suas capacidades, o Rio Manso estava com 84,2% e o Serra Azul com 46%.

G.R

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: