Marta Suplicy e mais quatro parlamentares se livram da Lava-Jato devido à idade

O procurador geral da república, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento das citações feitas pelos delatores da Odebrecht que acusavam cinco parlamentares, entre eles a senadora Marta Suplicy, do PMDB de São Paulo.  Eles tiveram o pedido de arquivamento do processo por terem mais de 70 anos. Os fatos que foram ditos pelos delatores teriam ocorrido entre 2008 e 2010.

Os demais senadores que foram citados na delação do grupo Odebrecht são José Agripino, do Democratas, Garibaldi Alves Filho, do PMDB, e os deputados federais Roberto Freire, do PPS e Jarbas Vasconcelos, do PMDB. Todos acusados de receber recursos ilegais para campanhas eleitorais.

Os delatores apontaram crime de falsidade ideológica eleitoral, que tem pena máxima de 5 anos. No entanto, Rodrigo Janot destacou que a pena para esses cinco parlamentares é reduzida pela metade pelo fato de terem mais de 70 anos de idade. O inquérito contra os senadores e deputados que supostamente estão envolvidos no uso ilegal de verbas para campanha eleitoral será arquivado devido à idade dos acusados, que impede que cumpram pena máxima.

O deputado Jarbas Vasconcelos nega qualquer envolvimento com o caso. Já a defesa do senador Agripino Maia informou que a acusação não tem nenhuma consistência.

 

 

 

 

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: