Minas Gerais faz da educação o principal aliado para combater o racismo

Em 20 de novembro é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra. A data é uma homenagem à morte de Zumbi dos Palmares. Ele foi o último líder do Quilombo dos Palmares, o maior dos quilombos no período colonial.

Em uma data marcada por histórias de luta e superação, Minas Gerais contabiliza diversos avanços no tema de igualdade social nas escolas.

interna_cap_7326
Alunos das escolas mineiras participam de estudos voltados à história Afro (Foto: Carlos Alberto Pereira / Imprensa MG)

Ainda em 2015, no inicio da gestão, o governador Fernando Pimentel lançou a Campanha Afroconsiciência. A ação criou uma política de ensino voltada às relações de igualdade racial nas escolas do Estado.

Com isso, Minas Gerais se tornou o primeiro estado a usar a educação na rede de ensino como forma de combater o racismo.

Durante a campanha, estão sendo realizados seminários, palestras e diversas formações para os professores estaduais. O objetivo é capacitar os funcionários para que eles estejam preparados para tratar o tema dentro do ambiente estudantil.

Atualmente, mais de 70% das escolas mineiras têm projetos voltados à história da África e Cultura Afro-brasileira. Além disso, as escolas estaduais vêm desenvolvendo atividades que resgatam a contribuição do povo negro nas áreas social, cultural, econômica e política brasileira.

A estimativa é que desde 2015 mais de 1 milhão e 200 mil alunos participaram da Campanha Afro Consciência.

Anexos para downloads:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: